Cartas da China

| 18/04/2005 - 00:00


Correspondências revelam provações pessoais e desafios enfrentados pelas igrejas domésticas.

Shangdong
"O Senhor tem me levado à escola dominical de crianças. Não sei o que o futuro trará, mas tenho me dado inteiramente ao Senhor. Onde quer que Ele me leva, eu O seguirei. Há dificuldades. É mais perigoso fazer o trabalho com as crianças do que com os adultos. Se você é preso, é imediatamente sentenciado à prisão. Entretanto, acredito que através da direção de Deus, com a ajuda de outros professores e Cristãos e através das orações o Senhor mostrará o caminho. Também acredito que Ele reavivará o trabalho com as crianças e os jovens na China. Embora eu ainda não entenda o propósito definitivo de Deus para mim, me dei a Ele e não voltarei atrás."
Carta de um estudante da Bíblia, datada de Dezembro de 2004.

Yunnan
"Por favor orem especialmente por nossas igrejas tribais em Yunnan. Em nossa localidade não podemos nos encontrar abertamente e freqüentemente sofremos perseguição. Muitos irmãos e irmãs em nossa igreja têm um entendimento confuso da verdade da Bíblia. Poucos têm estudo. Alguns ainda têm dificuldades em ler a Bíblia. Por favor orem por nossa igreja."
Carta datada de Dezembro de 2004.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE