Treinamento de professores de Escola Dominical

| 30/05/2004 - 00:00


O Sudão é um país com uma grande população jovem. Cerca de 45% das pessoas tem idade inferior a 14 anos. Ainda assim, em muitas igrejas sudanesas, o programa de Escola Dominical é negligenciado. Um ministério local percebeu essa lacuna há alguns anos e pediu a Portas Abertas para ajudar a resolver esse problema. Em abril último nós apoiamos um seminário para professores de Escola Dominical em Cartum, do qual participaram 150 pessoas de noventa igrejas diferentes.

Como é geral na sociedade africana, as crianças sudanesas não prestam muita atenção e apenas estão lá. Ser professor da Escola Dominical é sempre uma tarefa difícil, já que não se tem muito encorajamento ou apoio da Igreja, conta um obreiro local. Há muitas crianças, por isso perdemos uma maravilhosa oportunidade de semear a semente do Evangelho nessas vidas. Nos nossos cursos ensinamos as pessoas como ser bons líderes da Escola Dominical, como montar um sólido programa de ensino e como preparar a lição. Nós damos também atenção ao lado prático desse trabalho: como amar as crianças na e como manter a disciplina.

Não é fácil

James Wani é um dos participantes do seminário. Uma média de 75 crianças freqüenta sua Escola Dominical. Não é fácil ter uma Escola Dominical no Sudão, conta ele. Muitas crianças vêm de longe e não têm meios de transporte para voltar para os lugares onde moram. Nós temos de lutar para levá-las para suas casas em segurança. Muitas crianças vêm de famílias desfeitas. Elas ou perderam o pai na guerra ou foram abandonadas à própria sorte, porque os pais não podem ou não cuidam delas. Algumas delas estão vivendo nas ruas.

James é feliz em ser um dos presentes no seminário. Até agora, não tínhamos um currículo de Escola Dominical. Nós apenas começávamos com um cântico, oração e algumas leituras da Bíblia para crianças. Então saíamos e praticávamos alguns jogos, como futebol. Não havia materiais disponíveis. Aqui somos ensinados a montar um bom programa e como transferir conhecimento às crianças. Mesmo que as crianças tivessem pais cristãos, eles sabem muito pouco! Quase sempre seus pais não podem pagar as mensalidades escolares, por isso as mandam para escolas do governo. Lá elas aprendem a citar o Alcorão. Uma coisa que aprendi aqui me chamou a atenção: a importância de realmente amar as crianças que estão nas classes da Escola Dominical.

Brigas

Mary Lagos dá aulas para uma média de oitenta crianças em sua Escola Dominical. Ela sentiu-se atraída pelo mesmo aspecto do seminário que James. Com freqüência as crianças brigam entre si e você como professora tem de intervir. Eu aprendi a dizer-lhes: Cristo ama vocês, por isso vocês devem amar umas às outras e não brigar. A briga é freqüentemente uma conseqüência dos problemas que elas têm na vida. O professor da Escola Dominical tem de aconselhá-las e conversar com elas a respeito de seus problemas.

Mary aprendeu também a ensinar as crianças um verso bíblico a cada aula. Algumas crianças não sabem ler, mas podem aprender alguns versos com a ajuda de gravuras. Eu mesma posso desenhar as gravuras e mostro a elas na classe. Com essa memorização nós podemos ensinar as crianças a compreenderem a mensagem da Bíblia e quem é Jesus.

Pontos de oração

Ore para que o ministério sudanês consiga treinar muitos outros professores de Escola Dominical.

Ore para que cada vez mais igrejas do Sudão vejam o quanto é importante o trabalho entre as crianças.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE