Governo chinês exige a destruição de igreja que havia previamente apro

| 08/04/2015 - 00:00


8_China_0300100171

A Igreja Yongguang começou a construção de seu novo templo depois que chegou a um acordo verbal com o comitê de desenvolvimento local, em fevereiro de 2014. O acordo estabelecia que a igreja teria que desocupar o prédio que usava para que o governo construísse uma estrada nas proximidades. As condições do acordo incluía a autorização de escolha de um novo local para a igreja com a cooperação do governo.

Apesar disso, o aviso de demolição, alegando que o prédio é uma estrutura ilegal, chegou em 17 de março, duas semanas após a igreja realizar uma cerimônia de abertura para celebrar a construção e o uso do primeiro andar do edifício.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE