Firme na fé

| 30/12/2015 - 00:00


10-Mianmar-0310105021

Quando Hannah* aceitou Jesus foi através de uma canção que falava sobre o Salvador. ""Naquela noite, eu fui à igreja a convite da Sra. Chin, que eu conheci na escola. Na verdade, eu não queria ir, mas ela insistiu e eu acabei cedendo, porque gosto muito dela. Nos encontramos na estrada porque era mais seguro, e fomos"", lembra a recém convertida.

""Era Natal. Eu sabia que era perigoso estar ali, meus pais não gostaram da ideia, mas um coral cantava e a melodia começou a tomar conta do meu coração. A letra falava sobre o nascimento de Jesus, seu amor incondicional e seu sacrifício na cruz. Eu não precisei pensar em mais nada, simplesmente me entreguei a Cristo e minha vida mudou naquele instante"", diz Hannah.

""Quando cheguei em casa, a primeira coisa que fiz foi retirar todas as imagens de Buda e disse para mim mesma ‘ele está morto e eu não vou mais adorá-lo; quero adorar a um Deus vivo’. Então passei a orar, e senti fluir dentro de mim um rio de água viva"", finaliza Hannah que agora, além do culto de adoração aos domingos, também participa dos estudos bíblico às quartas, na igreja.

*Nome alterado por motivos de segurança.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE