Explosão mata 80 e deixa centenas de feridos

| 31/05/2017 - 00:00



Na manhã de hoje, em Cabul, capital do Afeganistão, houve um atentado com caminhão-bomba numa área de alta segurança, matando cerca de 80 pessoas e deixando centenas de feridos, entre eles mulheres e crianças. Este número pode aumentar, já que há muitos corpos ainda estão sendo retirados dos escombros. Um motorista da BBC morreu e quatro jornalistas também ficaram feridos.

O local da explosão foi perto do Palácio Presidencial, onde há várias embaixadas e edifícios do governo. A explosão foi tão violenta que abalou uma parte da cidade, quebrando vidraças e gerando pânico entre a população. Muitos carros também ficaram destruídos e as pessoas estavam assustadas, tentando entrar na área isolada para saber notícias de familiares e amigos.

Ashraf Ghan, presidente do Afeganistão, considerou que o ataque no mês sagrado do Ramadã foi “covarde” e visou civis inocentes, segundo a BBC. Na semana passada, ele tinha pedido que todos os grupos insurgentes respeitassem a comemoração dos muçulmanos e que interrompessem suas ações armadas.

Até agora nenhum grupo reivindicou o atentado e o Talibã negou qualquer envolvimento. Por outro lado, a explosão ocorreu após o anúncio da “ofensiva de primavera” dos talibãs. No último domingo (28), eles também provocaram uma explosão com carro-bomba em um ponto de ônibus em Khost, no sudeste do país, deixando 13 mortos e oito feridos, no primeiro dia do Ramadã. Ore pela Igreja Perseguida no Afeganistão. O país vem subindo na Lista Mundial de Perseguição, por conta do nível de violência crescente. Em 2015, ocupava a 5ª posição, em 2016, a 4ª e, em 2017, chegou ao 3º lugar.

Leia também
Você suportaria?
Tempos difíceis para os cristãos afegãos


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE