Está cada vez mais difícil ser cristão em Bangladesh

| 28/01/2016 - 00:00


28-bangladesh-0500100138

O último ano foi muito difícil para os cristãos de Bangladesh, por que o país passou por uma grande instabilidade política, muitos tumultos e o crescimento do extremismo muçulmano. Embora a conversão não seja proibida por lei, cristãos convertidos do islamismo ou budismo enfrentam forte pressão de seus familiares por negarem sua fé islâmica.

A Constituição prevê a liberdade religiosa, ao mesmo tempo que declara o islã como religião oficial do Estado, sendo assim, existem muitas leis islâmicas regendo o país. A perseguição tornou-se mais violenta e, atualmente, alguns cristãos foram mortos por jovens que fingiram ter interesse na fé cristã. Muitos líderes têm sido ameaçados, mas continuam com suas atividades em igrejas domésticas.

A Portas Abertas tem atuado na vida desses cristãos fornecendo Bíblias, literatura cristã, alfabetização para suas crianças e treinamentos para que eles possam lidar com a perseguição. Além disso, oferece também apoio jurídico e psicológico para aqueles que passaram por algum trauma. Neste mês, haverá um treinamento básico para 120 alfabetizadores de cinco regiões. Contamos com a sua oração para que este evento tenha êxito.

Leia também
Líder cristão é assaltado e fica gravemente ferido
Dez pastores de Bangladesh são ameaçados de morte
Observadores de grupos radicais estão agindo em Bangladesh


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE