Doze cristãos são mortos em ataques

Confronto entre grupos rebeldes deixa mais de dez cristãos mortos, igrejas saqueadas e casas queimadas

| 09/04/2018 - 00:00


A agência cristã de notícias Fides reportou a morte de dois líderes da igreja e outros dez cristãos em ataques da União Pela Paz (UPC) na República Centro-Africana. O grupo é uma facção do Séléka e é formado principalmente por pastores de cabras fulanis. No dia 19 de março, confrontos entre o UPC e o grupo anti-Balaka na cidade de Seko deixou doze membros do UPC mortos e dois feridos.

Em represália, o UPC respondeu atacando igrejas e cristãos da área no dia 21 de março. Eles mataram o pastor Pierre Ndezou, 47, da Igreja Batista Yalede, em Tagbala. Os agressores também mataram Joseph-Desiré Angbabata, líder de outra igreja cristã em Seko. Entre os mortos está o diretor de uma escola pública. As milícias também saquearam a igreja que o pastor Ndezou liderava, e outras duas igrejas locais.

Eles também queimaram mais de 100 casas com telhado de sapé. A maioria dos mortos foi enterrada no mesmo dia. A violência fez com que a maioria das pessoas fugissem, inclusive a esposa do pastor Ndezou, Joshephine, e seus seis filhos, que estão abrigados com parentes.

Revista Portas Abertas
A revista deste mês aborta a África Subsaariana, mostrando como cristãos perseguidos vítimas de ataques aprenderam a perdoar seus agressores. Assine a revista e aprenda lições de fé e perdão com a Igreja Perseguida. Se você ainda não recebe a revista, clique aqui para saber como fazer.

Pedidos de oração

  • Ore pelas famílias dos cristãos mortos, para que Deus conforte seus corações e cure a dor. Ore especialmente por Josephine e seus seis filhos.
  • Peça a proteção de Deus para os cristãos em Seko e arredores contra os vários rebeldes que continuam agindo no país.
  • Interceda por toda a situação na República Centro-Africana, porque a maior parte do país está sob o controle de rebeldes.

Leia também
Número de deslocados e refugiados bate recorde
Como vivem os cristãos após ataque em Gambo
Cristão perseguido relembra ataque do grupo Seleka


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE