Dezesseis cristãos são mortos ao sair de culto da virada

Tiros foram confundidos com fogos de artifício enquanto fiéis que saíam de culto de Ano Novo eram mortas

| 03/01/2018 - 00:00

O ano novo começou com violência para a Igreja Perseguida (Foto ilustrativa)

O ano novo começou com violência para a Igreja Perseguida (Foto ilustrativa)


Pelo menos 16 pessoas foram mortas por um homem que abriu fogo contra pessoas que estavam saindo da igreja após o culto na virada do Ano Novo em Omuku, cidade no estado de Rivers, no sul da Nigéria. Segundo a BBC, devido à queima de fogos durante o réveillon, as pessoas demoraram a perceber que alguém estava atirando e que pessoas estavam sendo atingidas.

O estado de Rivers é a principal região produtora de petróleo do país. De acordo com relatos locais, o incidente tem relação com crescentes tensões entre gangues rivais, que exigem maior participação nos lucros do petróleo.

Omuku está localizada a 85Km da capital do estado, Port Harcourt, e tem uma história de crimes violentos. No entanto, desfrutava de um período de relativa paz desde que o governo concedeu anistia a ex-membros de gangues. Mas houve um “lapso” nessa anistia durante o ano passado, resultando em mais violência, de acordo com a BBC.

Pedidos de oração:

  • Ore pelos familiares dos cristãos mortos. Que sejam confortados pelo Senhor e não desanimem da caminhada com Cristo mesmo em meio à violência.
  • Clame para que a paz retorne à cidade de Omuku e à região petrolífera do estado de Rivers.
  • Interceda pela Igreja Perseguida na Nigéria, para que seja fortalecida. Que o Senhor venha em seu socorro, ajudando-os a enfrentar as adversidades.

Leia também:
Novo ataque de fulanis faz 4 vítimas fatais
Governo quer proibir livre pastagem para conter ataques
Novo ataque de pastores fulani a aldeias cristãs


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE