Cristãos podem enfrentar tempos difíceis

| 25/04/2017 - 00:00


25-venezuela-entrega-de-biblias-perto-de-colombia.jpg

Recentemente, o Supremo Tribunal da Venezuela destituiu efetivamente a Assembleia Nacional de seus poderes. Essa decisão, segundo opiniões internacionais, abre o caminho definitivo para a ditadura. No ano passado, porém, líderes religiosos estavam alertas para o fato de que a Venezuela, que já se declara comunista, estava sufocando o cristianismo, e ao mesmo tempo se abrindo para o islã.

Atualmente, o governo venezuelano está sob o controle total do Partido Socialista Unido. A oposição chamou esse movimento de ""golpe"", mas o Supremo Tribunal declarou que não assumirá todos os poderes legislativos. ""Na verdade, estamos diante de uma ordem constitucional e jurídica que agrava ainda mais a situação política e social da Venezuela"", comenta uma das colaboradoras da Portas Abertas.

Segunda ela, o que se vê entre os cidadãos é um grande descontentamento, medidas de segurança repressivas contra os críticos desta decisão judicial e a divisão do poder buscando alcançar um equilíbrio no governo, tentando evitar a ditadura. ""No momento, aqueles que defendem os valores cristãos e lutam pela verdade correm o risco de enfrentar sérias represálias"", conclui a colaboradora.

Leia também
Cristianismo é sufocado e islamismo apoiado pelo governo
O que leva um país a caminhar para a perseguição religiosa?


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE