Cristãos perseguidos do Níger precisam de discipulado

Sem auxílio e ensinamentos, convertidos podem facilmente se afastar da fé diante das pressões

| 19/02/2018 - 00:00

Cristãos do Níger

Cristãos do Níger


Em 2017, a Portas Abertas na África Ocidental investiu bastante em programas que visavam atender melhor os cristãos ex-muçulmanos da Igreja Perseguida. Se houver alguma dúvida sobre a importância desse trabalho, a história de Mourtala colocaria fim a qualquer dúvida.

Mourtala, 20, é de uma família muçulmana que vive no sul do Níger. Como é habitual para os jovens dessa área, Mourtala e seu irmão foram para a Nigéria durante a estação chuvosa e passaram três meses trabalhando em fazendas. Foi durante seu tempo no estado de Adamawa, em 2012, que Mourtala conheceu uma senhora cristã no mercado. Ele começou a conversar com ela tentando convertê-la ao islã, mas ela foi firme.

Um dia, ele concordou em comparecer à igreja com ela e se surpreendeu, pois os cristãos não lhe mostraram nada além de bondade. A mulher continuou a pregar o evangelho para ele e, quando o culto terminou, deu-lhe uma Bíblia com instruções para que lesse todos os dias. Ele sabia que teria grandes problemas se sua família descobrisse sobre a Bíblia.

O irmão de Mourtala encontrou a Bíblia e contou à família que Mourtala havia se convertido ao cristianismo. Em uma reunião familiar, o pai disse a ele que renunciasse a Cristo na frente de todos, mas ele recusou e foi expulso. Ao longo de 2013 e 2014, o cristão perambulou de um lugar para outro, e sobreviveu comendo farinha de mandioca misturada com açúcar três vezes ao dia. Infelizmente, durante esse tempo não houve nenhuma ajuda efetiva a ele.

Sem perspectiva, desviando-se da verdade

Em 2017, ele recebeu uma oferta de seu tio para pagar suas taxas escolares. No entanto, a oferta na verdade era uma troca: ele tinha que renunciar a Cristo. Cansado e não bem fundamentado em Cristo, Mourtala finalmente cedeu e aceitou a oferta. Em pouco tempo, ficou claro que seu tio não iria até o fim do acordo. Era apenas um truque para afastá-lo dos cristãos. Ele não pagou as taxas escolares, e Mourtala foi expulso novamente. O jovem está numa situação complicada.  “Ele não sabe o que fazer e espera sua mãe espiritual prover o pagamento das taxas escolares, enquanto suas atitudes se afastam mais e mais dos valores cristãos”, afirmam os cristãos que acompanham Mourtala.

Este é exatamente o tipo de cenário com o qual a Portas Abertas está tentando ajudar as igrejas a lidar. Gostaríamos de ajudar a dar-lhes as ferramentas para poder compartilhar a fé e então também ensinar os novos cristãos, caminhar com eles e depois pagar o custo do discipulado. Junte-se a nós em oração pelo trabalho do Espírito Santo na vida de Mourtala. Ore para que cuidem dele e que ele possa conhecer o Salvador intimamente. Peça que trabalho nesta área do ministério seja muito frutífero, no Níger e no resto da África Ocidental.

Além de orar, você pode também investir
Fortalecer os novos cristãos ex-muçulmanos é uma das maiores necessidades da Igreja Perseguida na África. Você pode fazer parte da resposta a essa necessidade ao fazer uma contribuição para este projeto. Saiba como clicando aqui.

Leia também:
Perseguição a cristãos atinge também o Níger
Como a Igreja Perseguida persevera e cumpre seu papel
Igreja que era o símbolo da presença de cristãos no Níger está desolada


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE