Cristãos no Egito e Iraque celebram a Páscoa

| 17/04/2017 - 00:00


As comemorações de Páscoa ao redor do mundo para os cristãos perseguidos, aconteceram de formas bem diferentes. Em regiões onde há hostilidade e perseguição aos seguidores de Cristo, é quase impossível celebrar contando com total paz e segurança. No Egito, por exemplo, onde ocorreram os últimos atentados contra duas igrejas, no Domingo de Ramos, deixando dezenas de mortos e feridos, a Páscoa aconteceu sob rigorosa segurança nas igrejas de todo o país. As vítimas dos últimos bombardeios foram lembradas durante as reuniões.

“Em nome de todos os cristãos, saudamos a todos da igreja, dentro e fora do Egito, pelo domingo de Páscoa, apesar da amargura que sentimos devido aos recentes ataques. As nossas concolências a todos os que perderam seus familiares. Acreditamos que nada acontece sem a permissão de Deus e se ele permitiu esses ocorridos é para que tenhamos mártires no céu. Oramos por todos os feridos e pelos policiais que sacrificaram suas vidas nos trabalhos de socorro”, disse o líder cristão egípcio, Tawadros, em seu discurso.

Iraque

17-iraque-mulher-sorrindo

Já no Iraque, finalmente muitos cristãos puderam celebrar a Páscoa em sua cidade natal, após três anos de espera. Na pequena aldeia de Bartella, vários ônibus chegaram (com mais de 300 fiéis) para as comemorações, mesmo em meio à destruição que o Estado Islâmico deixou antes de ser expulso de lá. A Páscoa foi motivo de muita alegria, apesar das igrejas queimadas. “A cidade está protegida, com guardas até nos telhados e ao redor das igrejas, as forças armadas estão por toda parte”, disse Yacoub, um dos líderes cristãos iraquianos.

“Esse dia significa muito para mim, depois desses anos, agora podemos celebrar a Páscoa. Falar sobre a ressurreição de Cristo nos traz esperança. Jesus entra nos nossos corações para nos confortar”, comentou Yacoub. Houve cânticos, orações e leitura da palavra. Muitos refletiram sobre a ressurreição de Cristo e desejaram também uma comunidade restaurada e dias de paz. Continue orando pelos nossos irmãos perseguidos no Egito e no Iraque.

“Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos.” (Hebreus 12.14)

Leia também
Depoimentos de uma família egípcia


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE