Cristãos não têm direito a sepultamento

| 12/12/2016 - 00:00


12-asia-central-pessoas-diariamente.jpg

Em um dos países da Ásia Central, uma família cristã vive momentos muito difíceis. Amina* (mãe), morreu recentemente e a família foi impedida de enterrá-la no cemitério local pela comunidade muçulmana. Eles exigiram que ela fosse levada para longe dali. Quando finalmente conseguiram ajuda das autoridades da cidade, que convenceram alguns muçulmanos mais velhos, o problema parecia estar resolvido.

Amina foi enterrada e seus familiares voltaram para casa. Na manhã seguinte, porém, os muçulmanos fizeram uma manifestação contra o sepultamento. Eles gritavam ""kafirs"" (pecadores) e chamavam os cristãos de traidores. O representante das autoridades voltou durante o dia e decidiu que o corpo fosse retirado daquele cemitério e enterrado em território neutro.

Infelizmente, os filhos tiveram que desenterrar o corpo da mãe e procurar um novo local. A situação desconfortável causou ainda mais dor à família, além do total constrangimento e sensação de vulnerabilidade. Usman*, um líder cristão local esteve com eles para confortá-los e encorajá-los, juntamente com um grupo de cristãos que se disponibilizou a orar com eles.

*Nomes alterados por motivos de segurança.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE