Cristãos mexicanos decidem reagir

| 16/11/2016 - 00:00


16-mexico-policial

A igreja no México está enfrentando situações cada vez mais difíceis. O nível de violência aumentou consideravelmente, há uma grande crise humanitária por conta do número excessivo de migrantes em várias regiões e os líderes indígenas estão expulsando todos os cristãos de suas terras, forçando muitas famílias a viverem deslocadas. O país vive a pior crise criminal de sua história e já é citado como um dos lugares mais violentos do mundo.

Sabe-se que o México é a rota preferida de passagem de drogas vindas da Colômbia e Bolívia, pelas mãos das FARC, para os Estados Unidos. Quando os traficantes chegam, os cristãos são os mais prejudicados, suas terras são confiscadas ilegalmente, o sistema de água e esgoto é interrompido e, muitas vezes, eles ficam sem energia elétrica. Incidentes violentos e agressões físicas são frequentes.

Embora as leis no país sejam controversas e mesmo em meio a essa turbulência, os cristãos mexicanos decidiram reagir, se protegendo da corrupção organizada e do crime, orando pela restauração da lei e da justiça. Líderes cristãos estão apoiando comandantes policiais, como Florêncio Santos (foto) e juntos conseguiram eliminar a corrupção dentro das corporações de Monterrei, capital do estado mexicano de Nuevo León, no nordeste do país, restabelecendo a segurança da cidade. Policiais recém nomeados foram instruídos e reintroduzir os valores éticos e morais. Com isso, a igreja se sente mais segura e os criminosos é que estão sendo expulsos desses lugares. Continue orando pela igreja no México.

Leia também
Cristãos são despejados de suas terras
A situação é delicada para a igreja no México


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE