Cristãos birmaneses estão desaparecidos

| 24/01/2017 - 00:00


24-mianmar-dia-a-dia-nas-ruas

Recentemente, o exército birmanês destruiu uma igreja em Mung Koe, durante um bombardeio dirigido às milícias rebeldes étnicas, no Estado de Shan. O ataque aéreo faz parte do atual conflito, que começou em 2011 e que dura até os dias de hoje.

“Apesar de todos os esforços do novo governo para conseguir um acordo de paz ou pelo menos um cessar-fogo, a luta continua e aumentou em intensidade, deslocando milhares de pessoas e destruindo não apenas edifícios, casas e igrejas, mas também a esperança de se alcançar um clima pacífico e a segurança aos cristãos”, comentou um dos colaboradores da Portas Abertas.

Muitos cristãos estão desaparecidos depois de terem dado informações a jornalistas e esse é um fato muito preocupante. A imprensa internacional fez uma cobertura especial sobre a situação da guerra em Mianmar. Um dos líderes cristãos que conversou com um jornalista foi visto pela última vez num encontro com oficiais do exército, na véspera de Natal e desde então está desaparecido. Muitos outros se encontram na mesma situação. Ore por eles e por suas famílias que estão aflitas.

Leia também
Censo mostra que aumentou o número de cristãos em Mianmar
Cristianismo é totalmente negligenciado pelo governo


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE