Cristão Umid Gojayev é libertado da prisão

| 21/03/2015 - 00:00


21_Turcomenistao_isFREE

No dia 19 de abril de 2012, os homens com quem Umid discutiu o atacaram perto de sua casa em Dashoguz, no Turcomenistão, forçando-o a se defender. Ao invés de punir seus agressores, a polícia local trouxe acusações de vandalismo contra Umid. Outros vizinhos que presenciaram o incidente disseram que tais acusações foram forjadas. Mesmo assim, Umid foi condenado a de quatro anos de prisão.

Ele foi acusado por comportamento rebelde. Contatos da Portas Abertas afirmam que a punição foi desproporcional ao delito, mas que teria sido motivada por causa de sua crença religiosa.

Sua esposa, Malahat, enfrentou o desafio de criar seus filhos – Daniel (na época com 6 anos), David (que tinha 5 anos) e a filha Zubeida (aos 3 anos) – durante seu tempo na prisão. Ela também teve de viajar até a prisão para visitá-lo e levar-lhe tanto alimento físico quanto espiritual, como alimentos, agasalhos e livros cristãos.

Cidadãos do Turcomenistão estão vivendo em muitos países e alguns desses expatriados turcomanos se envolveram com jihadistas islâmicos do Estado Islâmico e da Al-Qaeda. Temendo o impacto dos jihadistas que retornam ao Turcomenistão, o governo agora acompanha de perto todas as atividades religiosas. Devido a isso, o país é considerado um dos locais mais restritivos do mundo, completamente desprovido de liberdade de informação.

Apesar de todas as dificuldades para a expansão do evangelho, louve ao Senhor pela libertação de Umid. 


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE