Cristão ex-muçulmano é ameaçado por parentes

Alim* e família foram enviados a uma casa segura e agora precisam das nossas orações

O cristão ex-muçulmano Alim é um dos irmãos que compareceu, junto com seu pastor, ao funeral de Kamila*, uma das primeiras convertidas no Tajiquistão. Leia aqui sobre o problema que o marido de Kamila, Mihrab*, enfrentou durante e após o funeral da esposa. Ele continua sendo pressionado por familiares muçulmanos a voltar ao islã. Agora o mesmo está acontecendo com Alim.

Após o funeral, o mulá (líder da mesquita) chamou os tios e primos de Alim à mesquita para incitá-los contra a Alim por causa da sua fé. Eles exigiram que ele retornasse ao islamismo, negando a fé cristã oficialmente dentro da mesquita. Eles ameaçaram bater nele e expulsá-lo da comunidade. Seria muito difícil para Alim, pois junto com a esposa e filho, ele mora na casa de seus pais.

Mas ele não negou a Jesus e isso deixou seus familiares muito bravos. Eles passaram a persegui-lo e ameaçá-lo por vários dias, o que deixou Alim muito estressado. Então seu pastor sugeriu que ele ficasse em uma casa segura (lugar que a Portas Abertas apoia, onde recebe cristãos para um tempo de refrigério) até a situação se acalmar.

Agora, junto com a família, Alim está em uma casa segura e precisa de nosso apoio. Ore por sua proteção e segurança e clame para que o Senhor o fortaleça. Mas interceda também pela vida de seus familiares, para que sejam salvos e que haja reconciliação entre eles.

*Nome alterado por segurança.

Leia mais
Ore por viúvo cristão pressionado a voltar ao islã
Confusão se forma durante velório de cristã no Tajiquistão

Leia também
Um pedido de oração do Tajiquistão
KGB revista igreja no Tajiquistão