Ataques violentos e revoltas religiosas em Jos, Nigéria

Onze pessoas foram mortas na cidade e outras três em protesto desencadeado por ataque

| 01/10/2018 - 00:00

Ataque ocorreu na periferia da cidade de Jos

Ataque ocorreu na periferia da cidade de Jos


Na cidade de Jos, no estado de Plateau, na Nigéria, onze pessoas foram mortas com violência na última quinta (27) à noite na área da estrada de Rukuba, periferia da cidade. Os responsáveis atacaram a casa de uma mulher popular na região de Rukuba, chamada Mama-Kogi, por volta das 21h. Ela e outros membros de sua família foram mortos e identificados como Blessing, Ruth, Jonathan, Cynthia e Majesty.

Outros na vizinhança, incluindo uma mulher grávida, também foram mortos no ataque. O escritório de relações públicas do Comando da Polícia de Plateau confirmou o incidente dizendo: “O atirador tomou vantagem da chuva noturna para atacar residências e depois fugiu da área por conta da presença da polícia e homens da Operação Céu Seguro, uma força-tarefa militar”.

A imprensa falou sobre o temor de que a violência possa aumentar em grande escala as revoltas religiosas. A cidade já viu protestos sangrentos na sexta (28), que acabaram se espalhando por diversas outras áreas. De acordo com eles, a polícia não apareceu durante as quatro horas em que os responsáveis pelo ataque causaram desordem na área. Foram deixados três mortos e a delegacia de polícia incendiada. Por conta dessa situação, o governo estadual impôs um toque de recolher.

Pedidos de oração

  • Ore para que a paz seja restaurada.
  • Ore pelas eleições da Nigéria do próximo ano que se aproximam.
  • Ore para que o governo seja capaz de proteger todas as pessoas.

Leia também
Igrejas nigerianas se mobilizam por Leah Sharibu
Acompanhamento para mulheres vítimas de trauma
Dor transformada em amor e cuidado


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE