Aldeões agridem duas cristãs do Vietnã

Enfurecidos com a fé em Jesus de Diep e Ha, duas irmãs vietnamitas, aldeões as perseguiram e deixaram-nas com sequelas

| 27/11/2018 - 00:00

Cristã vietnamita. País é o 18º na Lista Mundial da Perseguição 2018 (foto representativa)

Cristã vietnamita. País é o 18º na Lista Mundial da Perseguição 2018 (foto representativa)


Em 21 de outubro, enquanto Diep*, de 40 anos, e Ha*, de 35, oravam em sua casa, dois homens invadiram o local e disseram: “Vocês acreditam em uma religião estranha! Vocês devem abandonar essa fé”. As mulheres, porém, não negaram a fé. Os agressores acertaram socos em todo o corpo, forçaram-lhes a se curvar diante deles e deixaram-nas trancadas em casa. A tortura continuou por uma hora e alguns vizinhos vieram socorrer as irmãs, após ouvir o choro e as encontraram com ferimentos na cabeça, machucadas e ofegantes.

“Se elas não rejeitarem o Senhor, enviaremos alguém para ir até elas e agredi-las de novo e de novo. Nós os proibimos de trazê-las para o hospital!”, disseram as autoridades locais ao pastor Bao*, pastor das irmãs.

Com muita dor, Diep e Ha decidiram ir a um hospital a cinco horas de distância de sua aldeia. Elas foram aconselhadas a dar uma pausa em suas tarefas para se recuperarem completamente, mas alguns dias depois de voltar para casa, Diep foi levada novamente ao hospital com dificuldade para respirar.

No hospital, o médico não deu devida atenção ao estado de saúde de Diep, sob ordem das autoridades, e a cristã voltou para casa com o mesmo problema e até hoje tem falta de ar devido às agressões. O Pastor Bao pediu ao hospital exames ou documentos que mostrassem o porquê de sua alta, mas lhe foram negados.

Ha, a irmã mais nova de Diep vive uma situação parecida. Sua saúde ainda não está completamente restaurada. Ela é uma viúva e tem 4 filhos.

As duas irmãs e suas famílias estão agora sob o cuidado do pastor Bao e de sua igreja, mas suas finanças não são suficientes para mandá-las de volta ao hospital. A perseguição aos cristãos locais e pressão para negarem a fé continuam.

*Nomes alterados por segurança.

Pedidos de oração

  • Ore para que Deus restaure a saúde e conforte Diep e Ha, sendo assim curadas do trauma físico e emocional.
  • Que as irmãs vejam a mão de Deus agindo em suas vidas, enviando pessoas para ajudá-las, e fortalecendo sua fé nele.
  • Clame por coragem e vigilância para o pastor Bao e sua igreja.
  • Interceda para que Deus trabalhe na vida das autoridades por meio do testemunho de vida de Diep, Ha e da comunidade cristã local.

Leia também
Pastor Hmong no Vietnã é multado por distribuir Bíblias
Lua de mel na prisão
Doação de vacas auxilia cristãos tribais
Cristãos da etnia hmong são feridos em ataque no Vietnã


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE