Adolescentes cristãos morrem em explosão nas Filipinas

O ataque ocorreu em uma lan house, deixando dois mortos e 14 feridos

| 04/09/2018 - 00:00

Ataques frequentes deixam a população cristã no sul das Filipinas alarmada

Ataques frequentes deixam a população cristã no sul das Filipinas alarmada


Dois adolescentes cristãos morreram vítimas da explosão de uma bomba no sul das Filipinas no último domingo. O alvo foi uma lan house na cidade de Insulan, na província de Sultan Kudarat. Além dos dois mortos, 14 pessoas ficaram feridas. Jun Mark Luda tinha 18 anos e no seu tempo livre dava aula de cristianismo nas escolas públicas. Ele foi morto junto com a prima, Marialyn Luda, de 15 anos.

Uma líder cristã local descreveu o jovem Jun Mark como um cristão ativo. Uma outra líder cristã disse que “ele era um garoto inteligente e talentoso, sua alegria era contagiante. Estamos tristes com sua morte”. Ela acrescentou que os ataques “destroem a harmonia entre cristãos e muçulmanos” na região. Por motivos de segurança, as escolas ficaram fechadas no dia de ontem.

Há mais de 40 anos, grupos extremistas islâmicos têm se engajado em um movimento por uma província independente do grupo de ilhas de Mindanao, no sul do país. Eles querem criar uma região muçulmana autônoma. Cinco dias antes deste ataque, uma outra explosão aconteceu na mesma cidade, matando três pessoas e ferindo 36. Ore pelos cristãos perseguidos das Filipinas e pelas famílias enlutadas.

Leia também
Projeto da Lei Básica Bangsamoro pode ser finalizado
Cristãos de Mindanao são ameaçados pelo Estado Islâmico
Perseguição religiosa chega ao sul das Filipinas


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE