A vida dos cristãos em um país da região do Golfo

| 27/01/2017 - 00:00

.

.


Os cristãos da região do Golfo não sabem o que é liberdade e paz faz muitos séculos. Como são minoria estão sempre enfrentando os ataques de grupos extremistas islâmicos e a situação da igreja é cada vez mais complicada, sendo praticamente obrigada a existir somente de forma subterrânea.

Encontros entre irmãos devem ser feitos secretamente, principalmente para aqueles que são de origem muçulmana, que já enfrentam pressão no ambiente familiar por terem negado sua antiga fé. Muitos ex-muçulmanos foram mortos depois que descobriram que eles haviam se convertido ao cristianismo. Outros foram até mesmo encaminhados a clínicas psiquiátricas.

Para os muçulmanos da região do Golfo, deixar o islã é algo feito por pessoas que não estão em “perfeito juízo”. Ter Bíblias e livros de discipulado em casa é algo impossível para os cristãos, que encontraram outras formas de ouvir a Palavra, uma delas é através de aparelhos eletrônicos, mas isso é feito em sigilo absoluto. O crescimento da fé da igreja na região do Golfo vem também de programas de rádio e TV de outros países. Ore por essa nação.

Leia também
Igreja é forçada a existir somente no subsolo


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE