A alegria de poder ler e escrever

Como projetos de alfabetização melhoram a vida de cristãos no norte dos Camarões

| 08/03/2018 - 00:00

A alegria de saber escrever e poder ler a Bíblia (Foto representativa por razões de segurança)

A alegria de saber escrever e poder ler a Bíblia (Foto representativa por razões de segurança)


Houve muita alegria em uma cidade no norte dos Camarões, onde a Portas Abertas distribuiu Bíblias para mais de 200 homens e mulheres que concluíram o curso de alfabetização. Eles estão muito orgulhosos. Além de poder ler a Bíblia agora, eles são mais respeitados e também melhoraram a autoestima. Soma-se ainda o fato de que saber ler e escrever os ajuda a fazer negócios.

Maissa, uma cristã ex-muçulmana, explica que a vida para mulheres que, como ela, decidem deixar o islã e se converter ao cristianismo, pode ser muito difícil. A família e os amigos deixam de ajudá-las, então elas ficam sozinhas para cuidar de si mesmas e dos filhos. Hoje comemora-se o Dia Internacional da Mulher, dia estabelecido justamente para lembrar o quanto as mulheres enfrentam vários tipos de desvantagens sociais em todas as culturas. Que seja um dia de orarmos para que mais mulheres ao redor do mundo sejam empoderadas para exercer seu papel, tendo a dignidade e direitos preservados.

Na comunidade de maioria muçulmana, Maissa enfrentava discriminação e maus tratos por não saber ler nem mesmo os preços na feira. “Por causa disso, eles me roubavam quando eu comprava comida, porque eu não conseguia identificar os números. Mas agora eles não podem me roubar mais. Eu consigo ler receitas e etiquetas de preços, eu conheço as notas de dinheiro e moedas”, testemunha a cristã perseguida.

Aprendendo a ler, cristãos são fortalecidos e podem passar a fé aos filhos

Antes Maissa também não tinha uma Bíblia. Agora, pode ler a sua própria; não perfeitamente, mas lê. “Muito obrigada por me dar a palavra de Deus. Eu vou usá-la para aprender a ler ainda melhor, e vou ensinar meus filhos sobre a fé em Cristo”, diz a jovem senhora.

O pastor Maurice afirma que apenas oito pessoas de sua igreja sabiam ler. “Mas agora mais de 30 pessoas sabem. É claro que ler é muito importante para uma pessoa crescer na fé. Agora elas não precisam mais vir à igreja para aprender, pois podem ler sozinhas. E isso é o que os vejo fazer fervorosamente”, testemunha o pastor. Sua igreja foi um dos locais onde o treinamento foi dado, e contou com pessoas de outras igrejas da região também.

Agradeça a Deus pelos recursos para realizar esse treinamento. Ore para que esse investimento produza muitos frutos na vida dos cristãos. Interceda também para que conforme eles leem a Bíblia, conheçam a Cristo mais intimamente. Clame para que a alfabetização seja também um ganho socioeconômico para eles.

Juntos pela África
Na região norte dos Camarões, os cristãos são a minoria. Ensiná-los a ler e escrever é parte dos projetos de desenvolvimento socioeconômico da Portas Abertas, através dos quais os participantes aprendem novas habilidades. No ano passado, mais de 200 adultos foram alfabetizados em francês ou em uma língua local em oito locais de curso. Você pode investir nesses projetos e assim abençoar a Igreja Perseguida na África. Saiba como clicando aqui.

Leia também
Terceiro ataque do Boko Haram este ano faz 6 mortos
Casas e igrejas queimadas em ataque do Boko Haram


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE