Estado Islâmico estabelece cristãos egípcios como alvo

| 13/11/2014 - 00:00


13_Egito_0040001677

O líder do grupo radical Estado Islâmico, Abu Musab al-Maqdisi, apelou aos jihadistas para direcionar seus esforços também contra os cristãos e juízes do Egito, dizendo: ""Eles devem ser o nosso alvo, persigam-os e matem-os como um meio para servir a causa dos nossos prisioneiros detidos por esses tiranos”.

O grupo militante islâmico mais ativo do Egito, Ansar al-Bayt Maqdis, supostamente prometeu lealdade ao EI em 3 de novembro.

Em sua declaração a um site jihadista, Maqdisi também incentivou partidários a atacar a economia do Egito, alegando que os fundos estatais são utilizados na luta contra o islã.

Maqdisi também identificou as autoridades que sofreriam ataques à bomba, bem como locais turísticos, instituições militares e comerciais do Canal de Suez.

Ore pela segurança da comunidade cristã no Egito.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE