Boko Haram incendeia igrejas e mata 90 pessoas na fronteira com Camarõ

| 06/02/2015 - 00:00


06_Nigeria_0270100083

O massacre, executado por cerca de 800 homens, seria uma retaliação à retomada da cidade de Gamboru, do outro lado da fronteira, na Nigéria, pela força militar conjunta do país e do Chade, numa ação que teria matado mais de 250 extremistas.

O grupo invadiu Fotokol atirando e incendiou ""igrejas, mesquitas e vilarejos"", segundo o ministro de Comunicação do Camarões, Issa Tchiroma Bakari. ""Eles mataram jovens que resistiram a se unir a eles para lutar contra as forças camaronesas"", disse o ministro na quinta-feira (5).

A milícia radical do Boko Haram, quer impor um califado no norte da Nigéria e tem intensificado seus ataques diante da proximidade das eleições presidenciais nigerianas, que ocorrem no próximo dia 14 (leia mais em Eleições presidenciais podem mudar cenário religioso da Nigéria)


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE