Boa notícia de uma terra distante

| 05/01/2015 - 00:00


05_Colombia_0040004680

O destino era uma cidade no interior da Colômbia. Lá, o grupo foi recebido pelo casal Eduardo e Carolina*, indígenas do povo nasa.

Esse casal foi expulso de sua tribo de origem em 2013, por causa do trabalho evangelístico que realizavam. Em toda a Colômbia, há casos de famílias e grandes grupos entre os índios que são rejeitados por sua tribo devido à fé em Jesus. Tornar-se cristão é uma afronta; aquele que se converte é visto como alguém que abandonou as crenças e a cultura da tribo.

Atualmente, Eduardo e Carolina lideram cinco comunidades cristãs indígenas. Como sofreram ameaças de morte, não têm acesso a alguns dos grupos a que assistem. O que mais necessitam, no momento, é de líderes treinados.

O grupo de brasileiros procurou ajudá-los um pouco nessa tarefa. No salão de uma igreja local, eles se reuniram com cristãos indígenas e membros da igreja, a fim de estudar a Bíblia. Dois pastores dentre os brasileiros tiveram a oportunidade de compartilhar princípios bíblicos de liderança.

No grupo que liderou, a viajante Vanessa Muniz, de Aracaju, SE, falou sobre os presentes que Deus dá. Ela perguntou aos participantes que presentes gostariam de receber do Senhor. “Quatro deles levantaram a mão e disseram que gostariam de ser pregadores e missionários”.

Depois de dois dias de estudo bíblico, os brasileiros deram aulas de filosofia e inglês, que os indígenas receberam com muita alegria e seriedade.

Visite a Igreja Perseguida em 2015
Em breve, você poderá conferir os países em que a Portas Abertas levará grupos como esse, para encorajar e ter momentos de comunhão com os cristãos perseguidos.

*Nomes alterados por motivos de segurança.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE