Parlamento Europeu tenta alterar lei de blasfêmia

Em visita ao país, membros do Parlamento Europeu propõem mudanças na lei de blasfêmia e visitam família de Asia Bibi

rua-no-paquistao

Três membros do Parlamento Europeu visitaram oficiais do governo paquistanês e a família de Asia Bibi, numa tentativa de mudar a lei de blasfêmia no país. A comitiva é formada pelo holandês Peter van Dalen, um representante da Polônia e outro da Eslováquia. Peter van Dalen disse ao site de notícias cristão BosLifeNews que eles discutiram com o ministro da Justiça do Paquistão, Zahid Hamid, propostas para mudar as leis de blasfêmia. “Como um primeiro passo, queremos pôr fim ao mau uso da legislação. Uma forma de fazer isso é processando quem faz falsas acusações do mesmo modo que a pessoa falsamente acusada”, diz o holandês. 

Asia Bibi está na prisão desde 2009, acusada de blasfêmia após uma discussão com colegas de trabalho muçulmanos. Ela foi condenada por blasfêmia e recebeu a pena de morte por enforcamento em 2010. A cristã apelou da sentença, mas sua audiência perante o Supremo Tribunal do Paquistão foi adiada em meio a protestos. Peter van Dalen contou que o advogado de Asia Bibi reportou que ela “está em boas condições físicas e mentais, o que é um milagre”. 

Van Dalen acrescentou que a União Européia e homens de negócios continuam a cobrir os gastos da defesa da cristã. Durante a visita, os Membros do Parlamento conversaram com o advogado de Asia Bibi, parlamentares e ativistas. Depois eles foram levados em carros blindados à casa da família dela em Lahore, para ter notícias de seu marido e filhos. Os três membros da comitiva também são cristãos, sendo que o eslováquio é o presidente do Movimento Político Cristão Europeu. 

Leia também

Mais um cristão é preso por blasfêmia
Cristãos fogem após serem ameaçados de morte

Cristão de 17 anos foi espancado até a morte em Punjab