Crianças são usadas pelo Boko Haram

Apesar de o governo nigeriano alegar a derrota do Boko Haram, os ataques do grupo têm aumentado

06-nigeria-crianca

Um aumento nos ataques de Boko Haram na Nigéria e em Camarões já tirou a vida de pelo menos 381 civis desde o início de abril de 2017, segundo relatório da Anistia Internacional. O presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, afirmou em dezembro de 2015, que o Boko Haram havia sido "tecnicamente derrotado" e não podia mais executar ataques contra o governo ou centros habitacionais. Mas, de acordo com a Anistia, o aumento recente das mortes foi impulsionado pelo avanço dos ataques suicidas, muitas vezes usando mulheres e meninas que são obrigadas a transportar explosivos em meio a multidões.

"O Boko Haram está, mais uma vez, cometendo crimes de guerra em grande escala, como o fato de forçar jovens a transportar explosivos, com a única intenção de matar o máximo de pessoas possível", disse Alioune Tine, diretor da Anistia Internacional na África Central e Ocidental. "Esta onda de violência do Boko Haram, impulsionada por um aumento acentuado dos atentados suicidas, destaca a necessidade urgente de proteção e assistência para milhões de civis na região do Lago Chade. Os governos na Nigéria, Camarões e outros países devem tomar medidas rápidas para proteger a população", acrescenta.

A região do extremo norte de Camarões e os estados nigerianos de Borno e Adamawa foram os mais afetados pela violência recente. Na Nigéria, pelo menos 223 civis foram mortos desde abril, embora o número possa ser ainda maior, já que alguns ataques podem não ter sido reportados. Em Camarões, o Boko Haram matou pelo menos 158 civis - quatro vezes mais do que nos cinco meses anteriores a abril.

O Boko Haram tem usado crianças como terroristas suicidas. A UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), diz que o grupo enviou quatro vezes mais crianças neste ano no nordeste da Nigéria do que em todo o ano de 2016. A organização diz que está "extremamente preocupada com o aumento do uso de crianças, especialmente meninas, como ‘bombas humanas’ no nordeste da Nigéria. Isso é uma atrocidade".

Pedidos de oração

  • Ore pelas crianças que são recrutadas para as atividades do Boko Haram. Que Deus as alcance com sua misericórdia e proteção.
  • Peça ao Senhor sabedoria e discernimento para toda autoridade e grupo que luta contra essa violência.
  • Interceda pela igreja nigeriana, que se mantenha firme mesmo em meio a tantas notícias difíceis.

Leia também
Cristãs são exploradas em campos de refugiados
Cristãos perseguidos na Nigéria fogem para sobreviver