Cristãos são encorajados pela internet

No Oriente Médio, jovens parceiros da Portas Abertas mantêm um ministério on-line. Um deles conta sobre esse trabalho

Cristãos são encorajados pela internet

Rafid* tem 32 anos e está engajado em levar a palavra de Deus aos cristãos perseguidos no Oriente Médio e para isso, trabalha on-line em segredo. “Eu soube, quando comecei a servir com a Portas Abertas que a organização não era como qualquer outra. O objetivo final é o que mais importa e para isso, podemos usar métodos criativos para atingi-lo. No meu caso, é fortalecer a Igreja Perseguida no Oriente Médio, afetando os irmãos de forma positiva”, diz ele.

O trabalho de Rafid é traduzir mensagens de encorajamento enviadas por cristãos ao redor do mundo – com ajuda da Portas Abertas – e enviá-las para os irmãos e irmãs da região. A entrega das mensagens, textos, fotos, vídeos e animações é feita por meio de redes sociais, plataformas on-line e aplicativos de smartphones.

“Uma coisa interessante é que a pessoa mais edificada sou eu. Eu leio cartas e assisto vídeos de cristãos de todo o mundo, abrindo os corações, enviando textos bíblicos e saudações para os irmãos e irmãs perseguidos. É surpreendente ver pessoas dedicando tempo para enviar essas mensagens sem poder ver o resultado desse ato”, compartilha o cristão.

Ele sente-se abençoado por poder ver os resultados de perto. Segundo ele, toda vez que posta uma mensagem on-line, ou manda uma mensagem por um aplicativo, há muito engajamento e respostas positivas. “Os irmãos respondem dizendo que se sentem encorajados e apoiados pela família da fé. Nesses momentos algo fica claro para mim: somos o corpo de Cristo”, conclui Rafid.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Leia também“Quero mostrar aos cristãos que eles não estão sozinhos”