Vivendo o cristianismo em segredo

Seguir a Cristo na Arábia Saudita é um grande desafio, já que o governo segue a sharia e, fora o islã, as demais religiões são ilegais

19-arabia-saudita-menina

Noora* faz parte da Igreja Perseguida na Península Arábica e tem buscado ser fiel a Deus, apesar das dificuldades. O maior desafio para essa jovem saudita não era começar a seguir Jesus, mas segui-lo "todos os dias". "Eu estou preparada para morrer por ele, mas eu não sabia que teria que morrer para mim mesma, diariamente", contou. A Arábia Saudita está em 14ª posição na atual Lista Mundial da Perseguição e tem sido um dos países mais restritivos do mundo, onde o cristianismo é ilegal e a sharia (legislação islâmica) rege os cidadãos.

Foi nesse país que Noora decidiu seguir "o filho do Deus vivo". Durante um tempo, porém, ela estudou nos Estados Unidos, acompanhada do irmão, e foi aceita em um programa de bolsas de estudo. Na ocasião, ela descobriu que nem tudo o que aprendeu na escola sobre os não-muçulmanos era verdade. Feliz até mesmo por estar usando roupas mais confortáveis, ela passou a ter contato com os cristãos americanos, que compartilhavam suas experiências com ela. "Eu realmente me senti bem-vinda e passei a participar das reuniões semanalmente", disse.

Apesar da afinidade com os cristãos, ela voltou para o seu país, ainda como muçulmana. Alguns anos depois, já casada, ela decidiu aceitar Jesus. Manteve contato com os amigos dos Estados Unidos, que sempre oravam por ela, e também conheceu cristãos em seu país. Sua nova fé a conduziu ao entusiasmo e a um intenso sentimento de paz. Depois de um tempo, ela começou a frequentar uma pequena igreja subterrânea que conheceu. Noora, no entanto, vive sua fé em segredo e teme que alguém de sua família descubra, sabendo das consequências que teria que enfrentar. (A história continua)

*Nome alterado por motivos de segurança.

Pedidos de oração

  • Ore pela vida de Noora, pela sua proteção e para que se mantenha firme na fé.
  • Interceda pela Igreja Perseguida na Arábia Saudita e pelos novos convertidos. Que sejam discipulados e bem instruídos.
  • Ore também pelos perseguidores e pelas autoridades do país, que de alguma forma eles tenham a oportunidade de conhecer a Cristo.

Leia também
Cristãos são acusados por "posse de Bíblias e oração"
Governo lança o ambicioso plano "Visão Arábia 2030"

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

*
*
 
*
*Campos obrigatórios