Ex-governador de Jacarta decide não recorrer na justiça

Ahok escreveu uma carta onde explica seu principal motivo: "Faço isso pelo bem do povo e da nação"

19-indonesia-ahok

O ex-governador de Jacarta, Basuki Tjahaja Purnama (Ahok), que foi preso no dia 9 de maio, com a sentença de 2 anos de prisão, decidiu não recorrer à decisão do juiz. Condenado por supostamente blasfemar contra o islã, ele escreveu uma carta que foi lida por sua esposa, dizendo que decidiu aceitar a ordem do tribunal pelo bem dos cidadãos do país. Ahok falou de paz e perdão num momento em que há manifestações em sua defesa e muita agitação nas ruas.

"Ele citou o Salmo 131 em público e deu um testemunho cristão surpreendente, embora ele continue a ser alvo de ameaça de morte de grupos extremistas islâmicos", disse um dos colaboradores da Portas Abertas. Retirando seu apelo, ele desafiou o pluralismo religioso nesta nação que ocupa o 46º lugar na atual Lista Mundial da Perseguição. "Faço isso pelo bem do povo e da nação. Sei que não é fácil aceitar essa realidade, ainda mais para mim, mas aprendi a perdoar e a aceitar tudo", dizia um trecho da carta que sua esposa, emocionada, leu em uma coletiva de imprensa.

O conteúdo da carta agradecia a todos os partidários, aos que estão orando por ele, e também aos que enviaram flores, cartas e livros. Ele encorajou a população ao perdão e aconselhou as pessoas a aceitarem a sentença imposta a ele. Além disso, Ahok se mostrou preocupado com o que poderia acontecer através das manifestações, explicando que "Jacarta sofreria grandes perdas, além do congestionamento no trânsito e os gastos resultantes de comícios". Ele ainda disse: "Não é certo que haja confrontos com aqueles que se opõem à nossa luta".

"Senhor, o meu coração não é orgulhoso e os meus olhos não são arrogantes. Não me envolvo com coisas grandiosas nem maravilhosas demais para mim. De fato, acalmei e tranquilizei a minha alma..." (Salmos 131.1 e 2b)

Leia também
Mais detalhes sobre a prisão de Ahok

 

Comentários

  • Silvana Morais
    31 mai 2017 de 11:02
     

    Deus o honrará a cada dia pelo seu testemunho.

Deixe seu comentário

*
*
 
*
*Campos obrigatórios