Cristãos estão voltando para suas casas

“Veja, os dias melhores chegaram, estamos muito felizes, pois retornarmos ao nosso lar”, comemora uma cristã iraquiana

14-iraque-familias-iraquianasvoltam-para-casa

Milhares de famílias iraquianas foram expulsas de suas comunidades quando o Estado Islâmico entrou em ação, em várias regiões. Foi um período de intensos combates, muitas construções foram destruídas e casas ficaram seriamente danificadas com a violência dos jihadistas. Hoje, porém, muitas ruas estão vazias e silenciosas. É o caso da cidade de Tesqopa, que fica ao norte do Iraque, onde não há mais sinal de guerra. Ainda pode-se ver através dos buracos das balas de suas metralhadoras, um grande estrago, mas os combatentes foram expulsos dessa cidade predominantemente cristã. Ao contrário de Batnaya, que é a cidade vizinha, e que ainda enfrenta grandes combates, onde praticamente 90% das casas foram destruídas.

Os moradores das cidades já liberadas estão começando a retornar, com seus sonhos e suas expectativas. Nidal* e Janan* foram as primeiras a retornar para Tesqopa, junto de seus maridos e filhos. Os dois homens passam o dia todo na rua em busca de trabalho. Embora a casa tenha sido saqueada, é habitável. Nidal explica que estavam morando na cidade curda de Dohuk. “Tínhamos água e eletricidade lá, aqui não temos nada, mas estamos em casa”, diz a cristã que admite ter sentido muita tristeza por viver como deslocada.   

As duas famílias contam com o auxílio emergencial da Portas Abertas e afirmam ter sobrevivido por causa dos pacotes de alimentos que receberam como doação. “Foi essa ajuda que nos manteve vivos e esperançosos”, disse apontando para a filha que estava brincando num canto da sala. “Veja, os dias melhores chegaram, estamos muito felizes pois retornarmos ao nosso lar”, comemora. Por enquanto, as famílias dependem de geradores para receber energia elétrica e caminhões que distribuem água potável para os que estão regressando. “Jesus nos ajudará durante esse período”, conclui Nidal.

*Nomes alterados por motivos de segurança.

Leia também
Festival do Regresso para cristãos iraquianos
Notícias do Iraque

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

*
*
 
*
*Campos obrigatórios