Empresas de cristãos são destruídas

O incidente ocorreu por conta de uma “ira muçulmana” logo após o envolvimento de um cristão num debate público sobre religião

28-uganda-homem-frente-loja-destruida

Em Butembo, ao Leste de Uganda, oito empresas cristãs que foram totalmente destruídas após ataque por extremistas islâmicos. Os prédios foram incendiados e os prejuízos foram grandes para os proprietários. O incidente ocorreu por conta do envolvimento de um cristão num debate público sobre religião, que teria incitado a ira dos muçulmanos presentes, que se colocaram contra o palestrante cristão.

A polícia interveio a tempo, evitando a violência, mas naquela noite as empresas foram queimadas como retaliação. Um dos proprietários lamentou, enquanto observava os restos de sua pequena loja, junto de sua esposa e seu filho de oito anos: “Era a minha única fonte de renda e agora a perdi. E eu não estava presente no debate, não tive nada a ver com isso”, disse ele. Outro proprietário, que tinha um comércio de soldagem e que também não fazia parte do debate, apenas balançava a cabeça ao olhar para a destruição.

Ambos pediram orações tanto por eles quanto pelos outros que perderam seus comércios e indústrias. Embora a população cristã seja maioria em Uganda (84%), a atual perseguição dos radicais islâmicos vem se espalhando rapidamente. Além disso, há um movimento tribal que luta para retornar às suas origens, o que tem causado desconforto aos cristãos. O movimento inclui feitiçaria e sacrifícios humanos em certas regiões. Na tentativa de erradicar o cristianismo, cristãos ex-muçulmanos têm sido tratados com hostilidade por sua própria família, incluindo agressões físicas e tentativas de envenenamento.

Pedidos de oração

  • Ore por todos esses cristãos e suas famílias que perderam seus negócios e fontes de renda; que o Senhor derrame graça sobre cada um deles.
  • Peça a Deus por força e estratégia para que eles sejam capazes de retomar suas atividades em breve.
  • Ore pela igreja em Uganda, pelos cristãos perseguidos e também pelos perseguidores, que eles sejam tocados e impactados pelo amor de Cristo.

Leia também
Nova convertida é perseguida e foge de casa
Existe um padrão de violência contra os cristãos na Uganda

 

Comentários

  • Silvana Morais
    28 out 2016 de 09:35
     

    Que Deus intervenha com provisão aos nossos irmãos.

Deixe seu comentário

*
*
 
*
*Campos obrigatórios