Os desafios dos cristãos palestinos

A igreja tem enfrentado muitas restrições: cortes frequentes de energia elétrica, alta taxa de desemprego e extrema pobreza

menina-morena-palestina-noticia

Territórios Palestinos compreendem três regiões bem conhecidas pelos cristãos, através da Bíblia: Cisjordânia, Faixa de Gaza e Jerusalém. Há cerca de 4 mil brasileiros vivendo por lá. Esse pequeno pedaço de terra dividido em três partes é como uma prisão, onde ninguém pode entrar ou sair sem permissão especial. Isso tem colocado um fardo pesado sobre a população. Muitos vivem deprimidos e sem esperança quanto ao futuro.

A comunidade cristã sendo a minoria se sente ainda mais pressionada. A dinâmica da perseguição aos cristãos é bem complexa nessa região, já que existem diferentes governos no controle. Na Cisjordânia, o partido Fatah é formalmente baseado em princípios seculares, então os cristãos desfrutam de alguns direitos, embora não tenham proteção alguma. Já na Faixa de Gaza, onde o grupo extremista islâmico Hamas assumiu o controle, desde 2007, os maiores desafios são a pobreza e a superpopulação.

Os cristãos enfrentam uma vida cheia de restrições, como por exemplo, cortes frequentes de energia elétrica, a alta taxa de desemprego e a situação de extrema pobreza. Jerusalém ainda é palco de muitas guerras entre palestinos e israelitas, por ser uma terra extremamente disputada entre eles. Os cristãos são atingidos em conflitos entre israelenses e palestinos, pois o cristianismo faz com que fiquem mais vulneráveis que os demais cidadãos.

Leia também
20 mil Bíblias são distribuídas para famílias palestinas

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

*
*
 
*
*Campos obrigatórios