Vila histórica é palco de confrontos na Síria

A vila cristã de Maaloula se tornou um campo de batalhas entre grupos rebeldes e tropas do governo desde o dia 4 de setembro. A vila esteve sob o comando do governo até que um dos postos de controle foi alvo de um ataque suicida na semana passada

Maaloula.jpg
Reportagens afirmam que cinco grupos armados lutam contra forças do governo e ocupam partes da vila. O exército havia recuperado o controle da região na quinta-feira (5 de setembro), mas o perdeu no sábado, quando a oposição iniciou uma segunda ofensiva.

Maaloula é um vilarejo cristão histórico, conhecido por ser um dos dois lugares do mundo onde ainda se fala o aramaico — a língua falada por Jesus. Antes da guerra, a vila era um ponto turístico por causa de suas igrejas e seus conventos, e também pela maravilhosa garganta escavada na montanha, a qual a tradição popular afirma ter surgido milagrosamente para proteger Técla, uma discípula do apóstolo Paulo que estava sendo perseguida.

No ataque da semana passada, grupos da oposição deram sua palavra de que os templos cristãos não seriam danificados. No entanto, os relatos apontam que pelo menos três igrejas foram seriamente afetadas durante o confronto.

Além dos combatentes mortos, alguns civis morreram, incluindo cristãos. Ao longo da última semana, cerca de três mil moradores da vila — cristãos e muçulmanos — fugiram para regiões mais segura do país.

Em meio a tantos relatos, é difícil distinguir o que é verdadeiro. Um civil informou que rebeldes haviam roubado os cristãos. Duas freiras, porém, declararam em um vídeo que elas estavam sendo bem-tratadas pelos rebeldes e não haviam sido lesadas em nada.

No dia 9 de setembro, as tropas sírias iniciaram uma nova ofensiva contra os rebeldes, que ainda detêm posições estratégicas nas montanhas que rodeiam a vila.

Os ataques têm despertado o medo entre os cristãos sírios que foram forçados a abandonar suas casas, bem como entre a comunidade cristã de todo o país, embora os ataques pareçam fazer parte de uma estratégia bélica, e não por se tratar de uma vila habitada por cristãos.

Pedidos de oração
• Interceda pelos cristãos que foram forçados a deixar suas casas e seus pertences em sua amada vila.
• Ore por aqueles que foram feridos ou traumatizados. Que eles experimentem o poder curador de Jesus e recebam o cuidado de outros cristãos no país.
• Enquanto há tensão por causa da situação política, ore para que a comunidade internacional seja guiada pelo Espírito Santo ao tomar suas decisões.

FontePortas Abertas Internacional
TraduçãoDaila Fanny
 

Comentários

  • Fco. Renê Moreira
    13 set 2013 de 13:56
     

    Estarei orando junto com a igreja, e também contribuindo. Fale-me mais sobre a necessidade financeira para ajudar estes povos. Obrigado. A paz de Cristo. Ir. Renê.

  • cynthia souza
    12 set 2013 de 08:54
     

    SÓ DEUS,PARA VERDADEIRAMENTE CUIDAR DE NÓS,GRAÇAS A DEUS QUE ELE DISSE QUE NUNCA NOS DEIXARIA E NEM NOS DESAMPARARIA,ESTA CONOSCO ETERNAMENTE,CONTINUAREI A ORAR PELOS MEUS IRMÃO SÍRIOS,QUE DEUS OS FORTALEÇA EM NOME DO NOSSO AMADO JESUS CRISTO.

Deixe seu comentário

*
*
 
*
*Campos obrigatórios