Cristãos são forçados a adorar entidades hindus

Aldeãos cristãos do Estado de Chhattisgarh foram foçados por extremistas a participar de rituais hindus, sendo, depois disso, expulsos da aldeia em que viviam

Em junho passado, 150 extremistas hindus forçaram 15 cristãos a participar de rituais de adoração hindus; em seguida, os agrediram e expulsaram de sua aldeia, de acordo com a Aliança Evangélica da Índia. O incidente ocorreu no distrito de Dakshin Bastar, Estado de Chhattisgarh.

Os cristãos foram levados para o templo Pendevi, onde foram forçados a adorar divindades hindus e tribais, e a participar de rituais hindus. Akhilesh Edgar, da Aliança Evangélica da Índia, disse que, depois disso, os raptores agrediram os cristãos.

Em vez de deixarem os cristãos voltarem para casa, os hindus os expulsou da aldeia.

Os cristãos procuraram a ajuda de John Nag, um pastor conhecido localmente como defensor dos cristãos.

A Associação Evangélica da Índia disse o pastor Nag e Asaram Bech, um cristão em cuja são realizadas reuniões de oração, procuraram o líder da aldeia, que se recusou a permitir a volta dos cristãos.

Os aldeões expulsos estão atualmente na aldeia do pastor Nag.

A Associação Evangélica da Índia afirmou que os cristãos não querem prestar queixa na polícia, por medo de causar uma tensão religiosa.

FontePortas Abertas Internacional
TraduçãoPortas Abertas Brasil