Mais de 50 cristãos são assassinados em igreja

Homens armados disparam contra cristãos que fugiam da violência em sua vila

No dia 7 de julho, homens armados invadiram a casa de um pastor da Igreja de Cristo na Nigéria, matando a família e mais 50 cristãos que se encontravam na casa, que ficava dentro do terreno da igreja.

As famílias eram provenientes da vila de Maseh e haviam fugido da tensão em sua vila, refugiando-se na casa de seu pastor.

Após abrirem fogo contra as pessoas da casa, os homens armados queimaram a casa.

Um representante da etnia fulani negou envolvimento no ataque. No dia 10, o grupo radical Boko Haram assumiu a autoria desse ataque e insistiram que os cristãos devem deixar Cristo e aceitar o islamismo, ou “jamais terão paz novamente.”

Os líderes da igreja afiram que o governo tem ignorado a perseguição aos cristãos e, por causa disso, há mais medo e violência.

A Portas Abertas mantém treinamentos na África voltados especificamente para situações como essa, de pressão do islamismo. Para conhecer mais sobre esse projeto e ajudar clique aqui.

FontePortas Abertas Internacional
TraduçãoPortas Abertas Brasil