O Clamor de um pastor paquistanês

Coloque-se no lugar de um pastor paquistanês, que lutava para preparar o sermão do dia seguinte para sua igreja

Dando uma pausa na leitura, refletindo e orando sobre a palavra de Deus, ele caminhou até a frente da casa pastoral onde ele e a família moravam, dentro do terreno da igreja. Escutou o barulho do trânsito caótico e confuso, do outro lado do muro da casa localizada no centro de uma cidade movimentada e fervilhante com uma população 95% muçulmana.

Foi quando percebeu um homem com traje típico paquistanês se aproximar da porta da igreja. Por suas roupas, o pastor deduziu tratar-se de alguém de uma tribo do norte, onde as tropas do governo se digladiavam diariamente com extremistas islâmicos instigados pelos talibãs do outro lado da fronteira.

Incomodado com o sino da igreja que tocava para anunciar a hora, o homem cuspiu no chão e começou a amaldiçoar. “O Paquistão enfrentará o fogo do julgamento por permitir que esses kafir (infiéis) construam suas igrejas de blasfêmia!”, ele bradou em alta voz para que os pedestres pudessem ouvir.

O pastor concentrou sua atenção na porta da igreja, onde uma tropa de 12 policiais armados montava guarda 24 horas por dia. Em resposta a um alerta que correu na cidade inteira, avisando que as igrejas da cidade seriam atacadas, o governo enviou uma segurança adicional para proteger a igreja deste pastor das ameaças de um bombardeio ou de alguma agressão armada.

Ele balançou a cabeça se lembrando de como seu ânimo desfalecera, há algumas semanas, quando sua filha de 12 anos lhe trouxe um bilhete de ameaça que encontrara no pátio da igreja quando voltava para casa. O bilhete anônimo era breve, mas incisivo em suas declarações: “Os cristãos apoiam o Ocidente. Eles são aliados de uma sociedade imoral e culpada. O islã nada tem a ver com eles. Todos os cristãos devem ou se converter ao islã e entregar suas igrejas para se tornarem mesquitas ou então deixar o Paquistão.”

“Somente pessoas autorizadas poderiam atravessar a guarda armada e entrar no terreno”, o pastor pensou sem conseguir disfarçar seus temores diante da esposa e das filhas. Aquele bilhete não poderia ter sido apenas “lançado por debaixo da porta”, como a polícia sugeriu quando ele deu queixa.

Ele preferiu ignorar o ofensor que blasfemava e retornar ao seu estudo bíblico, tentando trazer a concentração de volta para a preparação do sermão sobre Isaías 55, acoplado ao convite de Jesus para o evangelho: “Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei”.

De volta à sua escrivaninha, ele lutou para praticar o que planejava pregar. “Como posso dizer ao meu povo que há descanso em Jesus quando eu mesmo estou lutando, hoje, para conseguir descansar nEle?”, ele falou em voz alta para se obrigar a admitir que sentia ansiedade e medo. "Há alguém em volta de nós que está envolvido de alguma forma com o extremismo?", ele ponderou. “Alguém que conseguiu romper a barreira policial para colocar esse bilhete no pátio, antes de minha filha atravessá-lo? Se eles conseguiram chegar até lá é sinal de que podem chegar mais perto a qualquer momento!”

As possibilidades eram muitas. Talvez houvesse um policial fanático entre os guardas da porta da igreja. Ou infiltrados na congregação. O pastor sentia com alguma frequência a presença perturbadora de gente suspeita entre os membros da congregação. Ou talvez fossem apenas agentes secretos da polícia escalados para “protegê-los”, na medida do possível, dos grupos hostis.

Ele não conseguia desvincular seu desconforto das lembranças que surgiam dos interrogatórios periódicos a que fora submetido pela polícia secreta. Eles tentaram bisbilhotar todas as áreas da atividade da igreja, fazendo perguntas em muitas direções para confundi-lo e fazê-lo tropeçar. 

E como sempre, ele vivia com medo de que ele ou algum dos membros da congregação pudessem ser alvos de acusações forjadas de blasfêmia. Com certeza, qualquer cristão acusado de blasfêmia contra o islã, o alcorão, ou o profeta Maomé estaria indefeso diante da polícia e dos procedimentos judiciais: prisão imediata, espancamentos, e anos no cárcere. Só piorava as coisas os cristãos serem interpretados na mídia como intimamente ligados ao ocidente. “Esta é uma imagem falsa que o islã divulga, levando todos a acreditarem que nós somos estrangeiros imorais e traidores deste país. Nós somos paquistaneses, mas por sermos cristãos eles nos tratam como inimigos!”

O pastor não ousava contar aos cristãos que conhecia no ocidente a respeito de todas as perseguições que sua igreja enfrentava. Ele sabia bem que se os estrangeiros protestassem, pressionando seu governo para intervir, isto tornaria as coisas ainda piores para os crentes do lugar.
          
“Nós todos sabemos como eles odeiam cristãos neste país”, ele suspirou.

Quebrantado, ele caiu de joelhos, liberando sua tensão e seus medos. “Eu não posso continuar nesta missão, Senhor, a não ser que tenha gente orando por mim. Ensine-me e mostre-me como descansar em Ti, como lançar todo esse fardo sobre Ti, para que eu possa ajudar meu povo a fazer o mesmo.”

“E, por favor, não deixe que nossos irmãos e irmãs cristãos ao redor do mundo se esqueçam de nós – lembre-os hoje de orar por nós, lembre-os para nos ajudarem em nossas batalhas espirituais. Somente juntos nós podemos derrubar as fortalezas que o inimigo levanta contra nós.” Quando voltou a ficar de pé, o pastor lembrou-se que o apóstolo Paulo, certa vez, tinha perdido a esperança até da própria vida. E o que foi que lhe devolveu a esperança para prosseguir e não desistir? 

Ele manuseou a Bíblia à procura do primeiro capítulo da Segunda Carta aos Coríntios. “Sim, aqui está – a resposta para mim e para toda a minha congregação!” Então, leu lentamente os versículos 10 e 11: “Ele nos livrou e continuará nos livrando de tal perigo de morte. Nele temos colocado a nossa esperança de que continuará a livrar-nos, enquanto vocês nos ajudam com as suas orações. Assim muitos darão graças por nossa causa, pelo favor a nós concedido em resposta às orações de muitos.”

“É assim que vou terminar meu sermão de amanhã!”, ele disse, finalmente descansando o coração. “Paulo também não podia dar conta sozinho. Ele sabia que ‘as orações de muitos’ era a chave. Essa é resposta de Deus para nós, nos manter confiantes para o que possa estar por vir!”

FontePortas Abertas
TraduçãoJoel Macedo
 

Comentários

  • Adriano Pascoal da Silva
    22 mai 2016 de 03:33
     

    DEUS ABENÇOE

  • Geovani Gomes
    16 jun 2015 de 07:55
     

    Deus Todo Poderoso e Eterno Pai, Peço proteção á todos os Cristãos espalhados pelo mundo inteiro, principalmente nestas regiões de muito conflito carnal e Espiritual, ajude o seu povo em o nome do Nosso Senhor e Salvador JESUS CRISTO. PAZ.

  • irmã josilene
    04 abr 2012 de 22:39
     

    um joven foi condenado pelos crimes cometidos e sentenciado a morrer logo que o sino da cidade tocasse,ao nascer do sol do dia sequinte.naquela noite,seu irmão mais velho subiu á torre onde se encontrava o sino e se amarrou ao gigantesco sino badalo.na hora marcada o sino não tocou e ao investigarem a razão,encontraran o corpo do rapaz sangrando e sem vida,esmagado pelo o balançar do sino.creia que jesus e este rapaz para te livrar.iasias 53-5.a paz do senhor jesus cristo não chores .estou sempre orando por todos cristão dai e tanbem pelos que jesus vai salvar pra gloria de Deus.

  • irmã josilene
    04 abr 2012 de 22:39
     

    um joven foi condenado pelos crimes cometidos e sentenciado a morrer logo que o sino da cidade tocasse,ao nascer do sol do dia sequinte.naquela noite,seu irmão mais velho subiu á torre onde se encontrava o sino e se amarrou ao gigantesco sino badalo.na hora marcada o sino não tocou e ao investigarem a razão,encontraran o corpo do rapaz sangrando e sem vida,esmagado pelo o balançar do sino.creia que jesus e este rapaz para te livrar.iasias 53-5.a paz do senhor jesus cristo não chores .estou sempre orando por todos cristão dai e tanbem pelos que jesus vai salvar pra gloria de Deus.

  • adriana andrade
    03 abr 2012 de 12:09
     

    Senhor DEUS Todo Poderoso, em nome do nosso Libertador JESUS CRISTO E TEU FILHO AMADO, te peço perdão pelos meus pecados, qndo tenho sido negligente com a tua obra, ensina-me a ti amar acima de todas as coisas e amar o meu proximo como a mim mesmo, tem misericordia de mim e reina Senhor na minha vida. Porque teu é o PODER, E A GLORIA PARA TODOS SEMPRE AMÉM. SENHOR DEUS,em nome de JESUS CRISTO o teu filho, eu te agradeço pela a vida de cada um dos meus irmãos q estão sofrendo por amor do teu nome...continua SENHOR abençoando a cada um deles, derrama a tua graça e o teu poder sobre eles e que o teu ESPÍTO SANTO os console a cada dia.eu te peço e desde agora te agradeço, em nome de JESUS CRISTO AMÉM!

  • SANDRO
    02 abr 2012 de 11:54
     

    PAI NOSSO EM QUE ESTAS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O TEU NOME, VENHA AO TEU REINO, SEJA FEITA A TUA VONTADE, ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU, O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI HOJE, PERDOAS AS NOSSAS DIVIDAS, ASSIM COMO PERDOAMOS AOS NOSSOS DEVEDORES, NÃO NOS INDUAZAS A TENTAÇÃO MAS LIVRA-NOS DO MAL, POIS TEU É O REINO, O PODER E A GLÓRIA PARA SEMPRE...AMÉM -------------------------------- SENHOR NOSSO DEUS E NOSSO ETERNO PAI QUE ESTA NO CÉU EM NOME DO SENHOR JESUS CRISTO, TEU FILHO AMADO QUE ESTAS A TUA DESTRAS E INTERCEDE POR NÓ, QUE MORREU NA DURA CRUZ DO CALVARIO E RESUCITOU, NÓS TE CLAMAMOS SENHOR A FOVOR DOS TEU SERVOS ESPALAHADO AO REDDOR DO MUNDO, TE IMPLORO PAI O SEU FAVOR A RESPEITO DESTAS ALMAS QUE SOFRE E PADECEM PERSEGUIÇÃO EM SEU NOME, SENHOR VAI AO ENCONTRO DOS TEUS FILHOS AJUDA ELES SENHOR, PORQUE COM TIGO ESTAS A MISERICÓRDIA E TEU É TODO O PODER E GLÓRIA, E PELA FÉ QUE UMA VEZ FOI DADA AOS SANTOS EU TE IMPLORO QUE AS TUAS MÃO POSSA ESTAR ESTENDIDAS PARA ESTE POVO, QUE O TEU CAJADO E A TUA VARA OS CONSOLE, POR QUE O INIMIGO SE LEVANTA MAS NÓS VAMOS A ELE EM NOME DO SENHOR DOS EXERCITOS O SENHOR DA GUERRA, CREMOS EM TI MEU PAI E A NOSSA CONFIANÇA E COMO ALICERCE NA SUAS VEREDAS, AGUA VIVA É A TUA PALAVRA E A NOSSA FÉ EM TI SENHOR É ESCUDO E ROCHA, MEU DEUS TOMA A CAUSA DESTE TEU SERVO E PELEJA POR ELE MEU PAI, PORQUE ESTA GUERRA É SUA E NÃO NOSSA...AMÉM.

  • pr.orlando
    02 abr 2012 de 11:08
     

    Deus de toda consolação conforta o coração daqueles que levam tua palavra onde dizem que é proibido,enquanto concede força e graça para que teus servos da igreja perseguida sejam livres de homens dissolutos e maus,em nome de Jesus.

  • Ana Kátia Marques Teles Lôbo
    01 abr 2012 de 07:34
     

    Clamou Asa ao SENHOR,se Deus, e disse: SENHOE,além de tinão há quem possa socorrer numa batalha entre o poderoso e o fraco;ajuda-nos, pois, SENHOR, nosso Deus, porque em ti confiamos e no seu nome viemos contra esta multidão.SENHOR,tu és o noso Deus, não prevaleça contra ti o homem." II crõnicas 14.11

  • maria cristina
    01 abr 2012 de 01:56
     

    a paz de Deus. o meu coração ferve com palavras boas:falo do que tenho feito no tocante ao rei:a minha língua e a pena de um destro escritor. que o senhor te abençoa a sua vida salmos 45 1

  • kennya
    01 abr 2012 de 01:44
     

    Senhor Jesus, filho do DEUS todo poderoso, antes de conduzir esta oracão, venho te pedir perdão, pelos meus pecados, e pedir a tua graca, misericórdia e autoridades do céu na minha vida. DEUS no nome do Teu filho JESUS CRISTO, eu te rogo agora sobre a vida deste amado irmão, sua família, e a noiva do SENHOR que é a igreja que o SENHOR colocou em suas mãos, DEUS tem misericordia, ajude-os nesta jornada, para que a tua palavra seja espalhada cada vez mais por este mundo, fortaleca-os, no teu ESPIRITO, coloque-os debaixo da tua protecão amada DEUS. No nome de JESUS, abra portas no deserto, pois cremos que o SENHOR, É o DEUS TODO PODEROSO, sobre os céus, mar e terra. AMÉM!

  • Márcio Leonardo
    01 abr 2012 de 00:28
     

    Deus todo poderoso neste momento Pai, estou aqui Senhor para te pedir em nome de Jesus teu filho amado por este pastor e e toda a sua familia e congregação o coração do homem pai pode habitar muito sentimentos Pai e neste momento o teu servo precisa sentir forças para continuar. O Senhor sabe o que é necessário neste momento e em cada momento de sua vida Senhor. Levante intercessores Senhor para ajuda-lo uma multidão tão grande que se eu visse está multidão em uma planície muito, muito grande os meus olhos não alcançasse o final desta multidão e que maior ainda Senhor seja a multidão dos que sejam resgatados pela obra que teu servo está fazendo que aquele que troou-se a carta de ameaça volte e traga seu coração para o entregar a Jesus e assim como aconteceu com Pedro que onde ele passava a sua sombra curava que seja assim com o teu servo e com todos aqueles que o Senhor chamar nesta nação. É o que desejo Senhor. Em nome de Jesus amém.

  • Débora de Barros
    01 abr 2012 de 00:16
     

    AO ler esta carta, sinto grande tristeza em meu coração, porque muitos tem liberdade e não valorizam, e os nosso queridos irmãos mesmo em meio ao perigo eles não desistem de lutar em favor da obra de Deus,isso sim é valorizar o sacrificio que Jesus fez na cruz por todos nós,creio que Deus está ouvindo as nossas orações,e muito em breve Ele dará a resposta total para seus filhos que sofrem por amor do seu Santo nome,em cada lugar do mundo tem alguem sendo oprimido por causa do amor a Deus.não podemos deixar de orar, contribuir de alguma forma, Deus da vitórias a eles e a nós que ajudarmos. que Deus a cada dia encorage seus servos sofredores.

  • Ana kátia Marques Teles Lôbo
    31 mar 2012 de 23:07
     

    " Clamou Asa ao SENHOR, seu Deus,,e disse:SENHOR,ALÉM DE TI NÃO HÁ QUEM POSSA SOCORRER NUMA BATALHA ENTRE O PODEROSO E O FRACO;AJUDA-NOS,POIS,SENHOR,NOSSOdEUS, PORQUE EM TI CONFIAMOS E NO TEU NOME VIEMOS CONTRA ESTA MULIDÃO.SENHOR,TUÉ O NOSSODEUS,NÃO PREVALEÇACONTRA TI O HOMEM" II CRÔNICAS14:11

  • Ana Kátia Marques Teles Lôbo
    31 mar 2012 de 22:49
     

    Querido Pai Amado e eternamente Santo, em o nome de Jesus, Senhor, me coloco de Joelhos em favor deste Pr. paquistanês e sua família, coloque ao redor deles, Seus Anjos ao redor, para que eles venham ter a Sua proteção em momentos tão difíceis,Senhor! Pai, a Tua Palavra é verdadeira. " Disse o SENHOR a Josué: Não temais diante deles, porque amanhã, a esta mesma hora,já os terás traspassado disnte dos filhos de Israel..." Josué 11:6 "Disse o SENHOR a Josué" Não os temas, porquenas tuas mãos os entreguei;nenhum deles te poderá te resistir" Josué 10:8

  • Helio Agostinho
    31 mar 2012 de 19:58
     

    Grande e poderoso Deus venho neste momento e em muitos outros prostar me de joelho para louvar o teu nome e neste momento clamo a te que dé forças e muitas bençãos e proteção divina aos nossos amados irmãos que se encontram levando o evangelho de nosso senhor Jesus cristo até aos confins da terra.

  • Juci
    31 mar 2012 de 19:40
     

    Deus que o senhor nos der forca e sabedoria para orarmos constantemente por todos os santos espalhador pelo mundo,sei que os planos que o Senhor tem a nosso respeito são planos de paz e não de mal para nos dar o fim que o Senhor deseja.

  • Vera Lucia de Souza
    31 mar 2012 de 18:05
     

    Senhor, abençoa nossos irmãos que neste e em outros momentos estarão sofrendo terríveis perseguições por causa do teu nome. que o teu Santo Espírito que neles habita os console,e renove sua força e fé. Sejam encorajados pelo amor à tua palavra como foi este pr. paquista-nês. Que sejamos fiéis no compromisso da oração em seu favor.Em nome de Jesus. Amém

  • Aline
    31 mar 2012 de 17:58
     

    E um exemplo para nós esse testemunho! Deus está na vossa retaguarda! Deus é contigo por onde quer que andares!Que Deus continue abençoando o Pastor e toda sua família! Vou estar em oração pelos irmãos.

  • Rony
    31 mar 2012 de 17:48
     

    Essa foi uma mensagem genuína de uma realidade pastoral. Certamente, dessa mensagem se colhe frutos verdadeiros que nascem em cada membro da igreja. Que Jesus abençoe a todos todos os dias. Oremos por todos os cristãos perseguidos e secretos sempre que podemos e nos lembramos.

  • Bruno Alarico de Souza
    31 mar 2012 de 14:46
     

    A igreja brasileira precisa mais da igreja Oriental, do que eles de nós. Claro que todos nós somos um, porém precisamos aprender com eles sobre a verdadeira alegria e a verdadeira paz que que um relacionamento sincero com o Pai pode trazer...! Que Jesus proteja vc e sua família meu irmão, e Ele o fará Sl 91.1 (Parece redundante, mas ainda é, e sempre será a Palavra de Deus). Paz e graça..

  • Leandro Manoel de Andrade
    31 mar 2012 de 14:42
     

    Pastor Paquistanês, No nome de Jesus, o nome onde há toda autoridade eu me comprometo em orar e clamar continuamente por sua vida, pela vida de sua família e por seu ministério, para que o senhor permaneça firme mesmo no dia mau. "Portanto, amado Pastor, sede firme e inabalável e sempre abundante na obra do Senhor, sabendo que no Senhor o vosso trabalho jamais será vão. I Co 15.58" Na Paz de Cristo que excede todo o entendimento. Pastor Leandro - Missão com Crianças - IEAD - Templo Central - Belém - Pará - Brasil

  • ARIADNE
    31 mar 2012 de 11:17
     

    Oh! Poderoso Deus tem misericórdia das lutas que o pastor enfrenta, o Senhor tem sido o refugio, a fortaleza, ajude esses homens e mulheres de Deus a não desistirem, a perseverar, a não desanimar, por favor querido Deus ajude-os em nome do Senhor Jesus. está perto Senhor, continua dando coragem a eles Pai.

  • Mônica
    31 mar 2012 de 10:37
     

    Que msg impactante, por ver a fé dos nossos irmãos em CRISTO que vivem no Paquistão. "SENHOR JESUS, peço a Ti que os fortaleça a cada novo dia, e que cada cristão veja o Seu amor e Agir por eles. Que a fé deles esteja em Ti, que o foco deles continue sendo o SENHOR. Eles são um gde exemplo para nós, da Igreja livre, que tantas vezes, nos importamos tão pouco com o nosso próximo. Perdão querido DEUS. Que a cada dia venhamos de FATO, agir, pensar, ser como cristãos, que amam a JESUS acima de tudo, que paga o preço que for por amor a Ti. E que ame o próximo. Em nome de JESUS: Amém."

Deixe seu comentário

*
*
 
*
*Campos obrigatórios