Síria

A Síria ocupa o 6º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2017. No ano passado, o país posicionou-se em 5º.

Continue lendo
A pressão sobre os cristãos é particularmente extrema em áreas controladas pelo Estado Islâmico e rebeldes islâmicos. Porque a maioria dos cristãos fugiu dessas áreas, o número de incidentes violentos diminuiu. Isso explica a queda de uma posição na Lista em relação ao ano anterior. Além disso, muitas igrejas já haviam sido destruídas no período anterior.

Outro fator é a dificuldade de se receberem informações concretas de um país atolado no caos da guerra civil. Uma guerra que começou como uma revolta popular em 2011, com demandas por maior liberdade política e reformas econômicas, semelhantemente a outros países árabes nesse mesmo período.

No entanto, as raízes do conflito são mais profundas e complicadas do que costuma ser noticiado, e incluem o conflito de classes, as divisões rurais contra as urbanas e a liberdade política reprimida. Isso explica, em parte, por que o conflito evoluiu tão rapidamente para um conflito sectário extremamente violento que já dura seis anos.

De acordo com a ONU, em 2015 havia mais de 22 milhões de habitantes no país. A Portas Abertas estimou o número total de cristãos na Síria em 1,1 milhão em 2014 – e 1,9 milhão anteriormente em 2012. O número decrescente de cristãos deve-se à emigração (antes da guerra civil) e ao número de refugiados causado pela guerra civil. Saiba mais.

 
Pedidos de oração

  • Clame pela paz na Síria. As notícias diárias que recebemos, principalmente de Aleppo, são somente sobre destruição. Ore pelo fim dos combates e bombardeios.
  • Apresente os mais de 4,8 milhões de refugiados sírios que estão nos países vizinhos e 1,1 milhão que foram para a Europa. Que eles sejam bem recebidos e vivam o amor de Cristo.
  • Ore pelo governo sírio, para que tome as decisões certas e que sejam melhores para a população e o futuro do país.
  • Ore pelos cristãos que ainda vivem em lugares dominados pelo Estado Islâmico ou por outros grupos extremistas. Que eles se agarrem a Jesus e encontrem oportunidades para encorajar e fortalecer uns aos outros.