Jordânia

Com uma soma de 63 pontos, o país ocupa 27ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2017, mesma colocação que em 2016.

Continue lendo
A pressão sobre os cristãos – principalmente os ex-muçulmanos – permanece muito alta, enquanto a violência anticristã diminuiu.

A sociedade jordaniana é multiétnica – um fenômeno que também é refletido pela família do monarca. A Jordânia abriga grandes grupos de refugiados, principalmente da Síria, mas também do Iraque e da África, o que leva a pressões econômicas, políticas e religiosas, formando um potencial fator desestabilizador.

O número de cristãos no país vem diminuindo desde sua independência em 1946. Durante muito tempo, a Jordânia foi um dos países mais liberais da região em termos de liberdade de religião. No entanto, a maré parece estar se virando contra os cristãos – em especial para os ex-muçulmanos que enfrentam maior perseguição.

Saiba mais.

 
Pedidos de oração

  • Interceda pelos cristãos ex-muçulmanos interrogados pela polícia e molestados ou sequestrados por membros da família. Clame ao Senhor por proteção e cura.
  • Ore para que a crise dos refugiados ofereça uma oportunidade para muitos ouvirem o evangelho.
  • Peça para que os muçulmanos sejam atingidos pelo amor de seus vizinhos cristãos e atraídos para Cristo.