Cazaquistão

O controle que o governo exerce sobre todo o país, incluindo as comunidades religiosas, é cada vez maior. Esta é a principal fonte de perseguição: um governo repressivo fruto de um passado comunista.

Continue lendo
Como exemplo, não são permitidas atividades religiosas além das instituições estatais controladas pelo Estado. A pressão das autoridades foi intensificada em 2015 e o número de reuniões interrompidas e de cristãos detidos ou interrogados subiu. É comum a ideia de que membros de igrejas protestantes sejam considerados seguidores de uma seita que quer espionar e destruir o sistema política atual.

A pressão da comunidade islâmica sobre os cristãos é particularmente voltada para cristãos convertidos de origem muçulmana. Cerca de 15 mil cazaques são cristãos ex-muçulmanos, os quais vivem sob constantes ameaças de suas famílias, vizinhos, amigos e comunidades se sua fé se tornar conhecida. Grupos cristãos que não possuem registro têm de viver com o fato de que todas as suas atividades são ilegais e que, por isso, podem ser presos a qualquer momento. Como resultado, cristãos ex-muçulmanos se tornam secretos por causa dos riscos que sua fé traz.

Saiba mais.