Pedidos natalinos na Coreia do Norte?

Pedidos natalinos na Coreia do Norte?


Dois cristãos norte-coreanos fazem secretamente seus pedidos a Deus no dia de Natal

 

Pil-Soo pega o telefone e liga para sua família na Coreia do Norte; mas desliga antes de completar a ligação. Chamar é muito perigoso, então eles devem ligar para ele. É manhã de Natal e Pil-Soo lê a Bíblia enquanto come macarrão frio como café da manhã. O evangelho segundo Mateus relata o assassinato das crianças em Belém e logo vem à sua mente as imagens dos cadáveres de crianças em sua cidade natal, na Coreia do Norte; crianças que sucumbiram à desnutrição e à doença. Pouco mais tarde, ele caminha para a igreja e cumprimenta outros irmãos educadamente enquanto senta no banco vazio.

Quando o pastor Choi entra, ele acena para seu amigo norte-coreano. Com exceção de Choi, ninguém nesta igreja chinesa-coreana sabe nada sobre o passado de Pil-Soo. Quando ele se senta no banco, anseia pelo dia em que seu pai e sua mãe idosos possam se juntar a ele. Talvez no próximo ano? Só Deus sabe. Após o culto, Pil-Soo sai rapidamente. Embora ele goste dos cristãos nesta congregação, ele não pode falar abertamente sobre seu passado. Como os contatos sociais são arriscados, ele passará o dia de Natal sozinho esperando que talvez seus pais liguem na hora do almoço.

Enquanto isso, Eun-Yeong em uma prisão norte-coreana está orando. Ela também conheceu seu salvador na China, mas desde então foi forçosamente devolvida à Coreia do Norte. Para ela, celebrar o dia de Natal em uma cela de prisão é um segredo que ninguém pode descobrir. Enquanto reflete, sua memória passa para o túmulo de seu primeiro marido e faz uma oração silenciosa. Sua mente depois revive a travessia do rio para a China, o sequestro por traficantes de seres humanos, um casamento forçado com um alcoólatra chinês, o nascimento de três filhos, o acidente que matou sua filha de 12 anos e, finalmente, sua própria prisão depois de devolvida à Coreia do Norte.  

Ela aperta os olhos ainda mais fechados e tenta se concentrar em lindas lembranças, como no momento em que finalmente começou a entender a Bíblia, e as conversas que teve com seus filhos sobre Jesus Cristo. Ela sabe que um dia, no céu, ela se sentará com eles em uma mesa. Esta manhã, ela compromete essas memórias e sua vida com Jesus, que a sustenta através de todos os seus problemas. Os outros prisioneiros estão acordados, agora em um turbilhão de atividades, mas para Eun-Yeong, este momento entre acordar e sair da cama é para ela e Deus. Nesse curto momento ela está livre e segura seus filhos em seus braços. Talvez ela nunca mais os veja nesta vida, mas uma coisa que os guardas não podem tirar é sua fé no filho do homem que veio para salvar o mundo. Ele vai enxugar todas as lágrimas dos olhos dela.

 

Pedidos de oração

  • Peça por irmãos que assim como Pil-Soo, estão na China e não podem compartilhar suas histórias por segurança.
  • Clame a Deus pelos cristãos, que assim como Eun-Yeong, foram encontrados na China, devolvidos ao seu país e estão na prisão.
  • Ore pelo povo norte-coreano que sofre com frio e fome, vítimas de um regime severo.
  • Peça a Deus que fortaleça seus filhos na Coreia do Norte e os sustente durante esse tempo tão difícil.

 

REALIZE O DIP EM SUA IGREJA. CADASTRE-SE.

Logo Portas Abertas

Caixa Postal 18.105
CEP 04626-970
São Paulo/SP
+55 11 2348 3330 / 2348 3331
falecom@portasabertas.org.br