Arroz sagrado

Arroz sagrado


Cristãos norte-coreanos escolhem compartilhar os poucos recursos com aqueles que nada têm

 

Muitos especialistas estão alertando para uma crise alimentar iminente depois que as sanções da ONU restringiram a atividade bancária e a navegação para a Coreia do Norte. A ajuda humanitária está parada e as organizações que trabalhavam no país há muitos anos se retiraram. “Na década de 1990, cerca de 3,5 milhões de pessoas morreram de fome. Muitas famílias foram destruídas, inclusive a minha”, diz John Choi. “Aos 8 anos, tive de sobreviver vários anos nas ruas e encontrar comida era meu único objetivo na vida”.

Cristãos norte-coreanos escolhem compartilhar os poucos recursos que têm com aqueles que têm ainda menos. Um trabalhador chinês que esteve envolvido em missões entre os norte-coreanos diz: “Um líder sentiu-se chamado a reintroduzir o conceito de 'arroz sagrado', uma prática em que o arroz é separado para uso no Reino de Deus. Desde então, esses cristãos não consomem toda a comida que recebem de nós. Eles poupam para dar a pessoas que têm bem menos do que eles”.

A fome tornou-se um inimigo presente para a maioria da população norte-coreana. Um quilo de arroz custa mais que o dobro do salário médio mensal. Outras necessidades diárias são muito caras. Os preços geralmente são inacessíveis.

Um contato dentro da Coreia do Norte disse à Portas Abertas: “Hoje em dia nosso povo da província está sofrendo com fome e fome severa. A maioria das pessoas é desnutrida. Além disso, não podemos usar nossos fogões, porque não há lenha. A cólera se espalha rapidamente devido à água impura e à má higiene. Existem centenas de doentes que estão sofrendo. Mais da metade deles são crianças pequenas e idosos. As pessoas estão morrendo de fome e de várias doenças”.

Embora o quadro da fome na Coreia do Norte seja trágico, assim como a primavera quebra o inverno gelado, o amor sacrificial dos cristãos tem tocado os corações daqueles que ainda não creem em Jesus.

 

Pedidos de oração

  • Ore para que Deus tenha misericórdia do povo norte-coreano.
  • Peça a Deus proteção na assistência aos nossos irmãos feita pela Portas Abertas.
  • Clame ao Senhor para que quebrante o coração de Kim Jong-un, e que em breve, as pessoas da Coreia do Norte sejam livres.
  • Interceda pelos cristãos norte-coreanos para que não desanimem e continuem a repartir o arroz com os que têm ainda mais fome que eles.

 

ENVOLVA SUA IGREJA NO DIP 2019. CADASTRE-SE!

Logo Portas Abertas

Caixa Postal 18.105
CEP 04626-970
São Paulo/SP
+55 11 2348 3330 / 2348 3331
falecom@portasabertas.org.br