Vietnã

Nos últimos anos, a situação dos cristãos no país não mudou muito, mas oscilou na Classificação da Perseguição Religiosa devido ao aumento de perseguição em outros países, especialmente no Oriente Médio e na África. No período em análise, a situação piorou devido principalmente a um aumento do nível de violência relacionada à fé.

Em julho de 2014, o relator especial das Nações Unidas para a Liberdade de Religião e Crença, Heiner Bielefeldt visitou o país e viu, com clareza, a perseguição aos cristãos e outras etnias religiosas que, intimidados de se aproximar do relator, tiveram suas reuniões adiadas ou canceladas.

O nível de violência extrapolou. Várias igrejas foram confiscadas ou destruídas, por exemplo, na província Bien Phuoc, autoridades provinciais ordenaram a demolição de igrejas de minorias Stieng e Mnong. Mais de dez cristãos foram condenados à prisão, principalmente por sua atividade de blogueiros ou por participarem de manifestações.

Em vários ataques, casas de cristãos foram destruídas e cristãos foram espancados, por exemplo, em um ataque contra uma igreja Menonita em junho de 2014, em Binh Duong. Alguns cristãos tiveram que deixar seus lares e se esconder.

Última atualização em 7/1/2015

   

Saiba mais