Federação da Malásia

Federação da Malásia

  • Fonte de Perseguição: Opressão islâmica
  • Capital Kuala Lumpur
  • Região Sudeste Asiático
  • Lider Mahathir Mohamad
  • Governo Monarquia parlamentarista
  • Religião Islamismo, budismo, taoismo e outras minoritárias
  • Pontuação 65

POPULAÇÃO
MILHÕES

POPULAÇÃO CRISTÃ
MILHÕES

Juntos para encontrar o pastor Raymond Koh

Cristãos da Malásia e de todo o mundo se unem em petição para que o pastor sequestrado seja encontrado
Juntos para encontrar o pastor Raymond Koh Assine a petição e ajude a encontrar o pastor Koh (Foto: Change.org)

Há algum tempo temos acompanhado o caso do desaparecimento de quatro pessoas na Malásia: pastor Raymond Koh, pastor Joshua Hilmy e esposa, Ruth Sitepu, e o ativista Amri Che Mat. Eles foram sequestrados entre novembro de 2016 e fevereiro de 2017 em circunstâncias parecidas e desde então ninguém sabe do paradeiro deles. Uma ação global tem sido feita para sensibilizar autoridades mundiais para o caso e assim encontrar os quatro desaparecidos.

Como parte desses esforços, as esposas do pastor Raymond Koh e do ativista social Amri Che Mat enviaram uma carta aberta ao primeiro-ministro do país, pedindo uma investigação imediata e independente sobre o desaparecimento de seus respectivos maridos. Na carta publicada no jornal MalayMail no dia 12 de junho, elas também pediram “um espaço seguro para que o delator apresente o que sabe sobre o sequestro dos maridos”.

O delator é um sargento da polícia que estava disposto a testemunhar sobre envolvimento da polícia no sequestro do ativista Che Mat, mas que depois negou que tenha pedido para se pronunciar. Um dia antes de dar seu depoimento à Comissão de Direitos Humanos da Malásia (SUHAKAM), ele voltou atrás, e o inquérito foi adiado.

O clamor das famílias

Na carta, Susanna Liew (esposa de Koh) e Norhayati Mohd Afriffin (esposa de Che Mat), escreveram: “Nós não temos visto nenhum esforço do governo para assegurar que essa revelação [do envolvimento de policiais] seja investigada por uma equipe independente. Pior, parece que os oficiais que estão envolvidos nas denúncias são os responsáveis pela investigação. Por favor, nos ajude a saber o que aconteceu com nossos maridos, quem os levou e onde eles estão agora. Os queremos de volta. Imploramos por justiça, clamamos pela verdade”.

As próximas audiências estão marcadas na SUHAKAM para 24 e 25 de junho (no caso de Che Mat) e 2 e 3 de julho (no caso do pastor Koh). Susanna está organizando uma vigília de solidariedade aos desaparecidos para o próximo domingo, 24 de junho. Una-se a ela em oração para que muitas pessoas compareçam e seu clamor seja ouvido nos céus em uma só voz e também pelas autoridades da Terra. Ore para que os quatro desaparecidos sejam encontrados e que justiça seja feita aos culpados. Interceda para que o governo tenha urgência em lidar com os casos e para que a verdade e a justiça prevaleçam.

Petição: Encontre Raymond Koh

Assine a petição para que o embaixador da Malásia no Brasil intervenha no caso do pastor Raymond Koh e dos outros três desaparecidos. Para assinar, clique aqui.

Leia mais
Malásia retoma inquérito sobre pastor Raymond Koh
Líder cristão malaio ainda não foi encontrado
Um ano do sequestro do líder cristão Raymond Koh

Leia também
Malásia elege chefe de governo mais velho do mundo

Logo Portas Abertas

Caixa Postal 18.105
CEP 04626-970
São Paulo/SP
+55 11 2348 3330 / 2348 3331
falecom@portasabertas.org.br