Afeganistão

Os cristãos no Afeganistão que falam sobre sua fé enfrentam violência e ameaças de morte. Mas apesar de todos os perigos, o cristianismo continua a crescer

A situação do Afeganistão permanece instável e grupos extremistas islâmicos continuam a ganhar poder. O cristianismo ainda é considerado uma religião ocidental e é visto como algo hostil à cultura afegã, à sociedade e ao islã. Aqueles que deixam o islã são tratados como apóstatas e enfrentam enorme pressão da família, da sociedade e das autoridades locais. Em setembro de 2013, um membro do parlamento afegão pediu a execução dos convertidos ao cristianismo. Não há igreja pública, nem mesmo para os expatriados. Os cristãos convertidos mantêm sua fé em segredo, uma vez que qualquer ligação com o cristianismo é perigosa.

Ore:

  • Por todos os cristãos afegãos de origem muçulmana que correm risco caso sua nova fé seja descoberta. Peça a Deus para protegê-los e encorajá-los.
  • O Talibã continua a ameaçar e a atacar os cidadãos afegãos. Ore para que sua influência diminua.
  • Para que a retirada das forças internacionais em 2014 não leve a um retorno à guerra civil.

Saiba mais